Free! Drama CD 2 Download e Tradução


Free Drama CD 2 personagens

Pois então, lembram do post do Drama CD 1 de Free!? Traduziram o 2 pro inglês, então aqui vai! Geralmente minhas traduções são uma mistura de tradução do inglês com tradução do japonês (a ouvido, e com o vocabulário minúsculo que eu tenho, então precisa sim da em inglês e ainda pode ter erros), pra deixar o mais certo possível, MAAAS eu comecei a traduzir esse Drama CD antes de uparem ele pra eu ouvir, então só usei o inglês na revisão… Isso aumenta e muito a chance de ter erros, então, se vocês encontrarem algum, me avisem! Ah, e um super obrigada para great-blaster, que disponibilizou o download (que eu não achava nem no nyaatorrent)!

Gente, esse Drama CD tem spoilers do último episódio! Não ouçam antes de acabar o anime! Ou só ouçam até o 6 (diário de colega de quarto do Nitori: setembro), que é nele que começam os spoilers. Por falar nisso, não se assustem com o número de coisas! Todos os pares (diários do Nitori) são curtinhos, então é mais como se só tivesse 8.

Impressões, impressões! Queria tanto ver a cara do Haru no 3… Coisa mais fofa <33 E o Rei se traumatizou tanto no Drama CD 1 que até… né? O Nitori é super stalker, que que é isso! É dos meus E gente, esses festivais de frutos do mar são estranhos, mas me deixaram com fome… E o Nitori filma o Rin tirando a roupa! só que não. Mas gente, se o Nitori é um stalker fofo, o Seijuurou é totalmente outro nível… Acho SeiGou super fofo, mas ele exagerou um pouco, hahah! E o Rin com ciúmes dela! Hnnng! <33 E o Haru e o Makoto brincando de casinha foi super fofo, mas fiquei chateada porque não foram com os papéis que eu esperava (juro que eu não shippo MakoHaru)… Sério, gente, o Makoto é muito mãe, ele que deveria ter sido a mãe, hahahah!

Pra começar, eu tive que pular um tipo de mecânica na fala do Rei porque nunca tinha ouvido falar dela em inglês, ele falou rápido demais em japonês, o Google não ajudou e o nome não faz sentido (seria mecanismo, mas isso é nome de coisa, não de conceito). Eu não sabia bem o que fazer com o primeiro diário de colega de quarto, mas basicamente o Rin achou que em “topo ou embaixo” o Nitori estava falando de posições na cama, ao invés de da cama, se é que vocês me entendem. Se fosse tradução de texto eu até mudaria isso, mas como vocês vão ouvir eles falando não tem muito jeito e o trocadilho vai ter que deixsar de fazer sentido. E, de novo, deve ter um monte de erro na tradução porque eu só pude usar o japonês na revisão… Se vocês forem ver, a tradução do 12 e do 13 foi bem melhor, porque eu já tinha conseguido o CD, hahahah! E gente, quando tiver uma nota na tradução (aqueles 1), não tenham medo de clicar, porque no fim da nota vai ter um link pra você voltar pra parte do texto que estava. Por falar em links, essas notas são os únicos links internos, o resto vai tudo pra outras páginas. Os do festival da lula são NSFW, cuidado!

Sobre os vídeos no youtube… Eu vou tentar voltar a postar eles! É só que eu demoro no mínimo umas 6 horas colocando as legendas (pois é, mesmo com a ajuda do youtube), então fica chato pra mim fazer os vídeos. Principalmente porque eu tô com problemas com a própria criação deles (windows movie maker fica de mimimi comigo desde que eu me dou por gente, mesmo quando eu troco o computador, e o ezvid, que é o que eu tô usando, fica dando problema). Se alguém estiver a fim só de pegar a capa do Drama CD e colocar o track por cima, upa o vídeo e manda pra mim, que já vai diminuir e MUITO o tempo que eu demoro pra colocar tudo no youtube.

Free Drama CD 2
Free! Drama CD 2 – Registro de Atividade do Clube de Natação da Escola Iwatobi

01 – A Série de Invenções do Nagisa e do Rei [08:24]
02 – Diário de Colega de Quarto do Nitori, Abril [02:30]
03 – O Aniversário do Haruka [09:39]
04 – Diário de Colega de Quarto do Nitori, Julho [01:44]
05 – O Festival da Lula Retorna [02:49]
06 – Diário de Colega de Quarto do Nitori, Setembro [02:08]
07 – Haruka vs Rin, a Batalha Final do Festival do Caranguejo [08:49]
08 – Diário de Colega de Quarto do Nitori, Outubro [00:50]
09 – Visita ao Quarto do Rin [04:56]
10 – Diário de Colega de Quarto do Nitori, Novembro [00:51]
11 – Não Tem Como a Minha Irmã Estar Saindo Com um Cara [07:09]
12 – Diário de Colega de Quarto do Nitori, Dezembro [00:56]
13 – Haruka, Makoto, Ran e Ren [05:28]

Download

E agora, a tradução! :33 Vou deixar ela em preto, pra não ser cansativo pro olho de todo mundo, ok?

01: A SÉRIE DE INVENÇÕES DO NAGISA E DO REI

HARUKA: FREE! Drama CD. Registro de Atividade do Clube de Natação da Escola Iwatobi 2.
NAGISA: “A Série de Invenções do Nagisa e do Rei.”

REI: Por quê? Por que meu tempo não melhora?!
MAKOTO: De novo isso, Rei? Como eu tentei te dizer, você está melhorando sua técnica, mas seu tempo não–
HARUKA: Não se importe tanto pelo seu tempo. Deixe a água te abraçar. É lá que você vai achar sua resposta.
NAGISA: Nossa, você soou tão inspirador, Haru-chan!
HARUKA: Não se importe tanto pelo seu tempo. Deixe a água te abraçar. É lá que você vai achar sua resposta.
REI: Você não precisa repetir. Eu sei que você não se importa com o tempo, Haruka-senpai, mas é importante para mim, como membro novo. Eu preciso alcançar o nível do resto da equipe antes do campeonato!
NAGISA: Já sei! Tive uma idéia!
REI: Não, obrigado. Suas idéias não trazem nada de bom. Não depois de você ter me coberto com muco e feito minhas pernas ficarem lisas…
NAGISA: Não, dessa vez não é assim! A gente só tem que inventar um jeito novo de nadar!
REI: Um jeito novo de nadar? Não tem problema a gente criar um do nada?
HARUKA: Eu só nado livre.
NAGISA: Isso, estilo livre! Estilo livre significa nadar livremente. Já que o o crawl é mais rápido, não tem muitos nadadores que nadem outro estilo, mas, de acordo com as regras, você pode nadar do jeito que quiser! Então a gente só tem que inventar um estilo mais rápido que o crawl!
REI: É fácil falar, mas…
NAGISA: Vai dar tudo certo. Com a ajuda do seu corpo muscular e do seu cérebro perfeito recheado de todos os tipos de teorias e cálculos…
REI: Heh! Você tem razão. As teorias para mecânica newtoniana, hamiltoniana, lagrangiana, mecânica dos fluidos, mecânica quântica e ergonomia estão todas perfeitamente arrumadas na minha cabeça. Encontrar um novo estilo de natação não vai ser problema algum.
NAGISA: Como esperado do Rei-chan!
REI: Muito bem, Nagisa-kun, siga-me!
NAGISA: Yay!
MAKOTO: Isso parece meio interessante.
HARUKA: Rei. Encontre seu próprio estilo livre.

NAGISA: Tudo bem então, vamos começar!
REI: Por onde a gente deveria começar? Eu recomendo desenvolver uma técnica que reduza a viscosidade da água o máximo–
NAGISA: Acho que a gente deveria começar com a broca.
REI: Broca?
NAGISA: Sim! Se joga na água enquanto você gira, que nem uma broca!
REI: Entendi! Isso realmente soa rápido.
NAGISA: Então tenta do jeito que eu vou falar. Primeiro, estique seus braços pra cima, acima da sua cabeça… e deixe seus dedos juntos.
REI: Assim?
NAGISA: Isso mesmo! Muito bem, Rei-chan! Tá ótimo!
REI: Para aumentar a eficácia, eu vou me imaginar como uma espiral e adicionar um giro de 75 graus à direita!
NAGISA: Nossa! Você parece uma broca de verdade!
REI: Me chame de Broca Humana!
NAGISA: Agora vamos trabalhar com as pernas! Tente usar a técnica da pernada de crawl1!
REI: Desse jeito?
NAGISA: Perfeito, Rei-chan!
REI: Hahaha! Deixe isso comigo!
NAGISA: Então, mantendo essa forma perfeita, tenta virar só o tronco bem forte pra direita.
REI: Não tem como um ser humano fazer isso! Como assim, virar só o tronco?
NAGISA: Ehhh, eu achei que você ia conseguir.
REI: Não dá!
NAGISA: Mas você ficou todo se achando quando falou todas aquelas coisas de mecânica hamiltoniana e mecânica lagraniana e sei lá mais o que.
REI: Eu sou humano! Eu só consigo mover como um humano!
NAGISA: Ah, que pena. Então tenta deixar os braços desse jeito e gire as suas pernas super rápido pra fazer elas ficarem na forma de um parafuso!
REI: Eu também não consigo fazer isso!!!
NAGISA: Uuuuuh. Rei-chan, você é tão egoísta, falando que não consegue fazer isso, não consegue fazer aquilo.
REI: Eu sou o egoísta? Me dê instruções que humanos conseguem cumprir!
NAGISA: Hmm… nesse caso, que tal fazer que nem um peixe-voador?
REI: Um peixe voador? … Não soa nem um pouco bonito.
NAGISA: Do que você tá falando? Peixes voadores são lindos! Quando eles brilham prateados enquanto velejam sobre a água, eles são como borboletas voando pelo oceano! É perfeito pra você, Rei-chan!
REI: Uma borboleta voando pelo oceano, hã? Realmente soa perfeito para mim.
NAGISA: Isso mesmo! E a maior velocidade na qual peixes voadores nadam em cima da superfície do mar é 70km/h! Eles são muito rápidos!
REI: Tudo bem! Eu vou te mostrar que sou a Borboleta da Verdade, que voa sobre o oceano!
NAGISA: Não esperava menos de você, Rei-chan! Então vamos começar pelo estilo mariposa!
REI: Deixe isso comigo!
NAGISA: Muito bem! Agora abra suas asas e voe!
REI: EU NÃO CONSIGO FAZER ISSO! Você tá vendo alguma asa em mim?!
NAGISA: Eu achei que você ia conseguir de algum jeito…
REI: Não consigo, eu sou humano!
NAGISA: Então… essa é nossa última esperança. Quer tentar se modificar?
REI: M-Modificar?
NAGISA: Isso. A gente vai modificar seu corpo pra você conseguir nadar mais rápido. Sabe, como os pianistas cortam fora as almofadas dos dedos pra conseguir esticar mais? O nadador precisa remodelar o corpo do mesmo jeito pra conseguir nadar mais rápido. Por exemplo, colocando membranas nos seus pés.
REI: Você tá falando sério? Isso não é anti ético?!
NAGISA: Todo mundo faz isso na natação competitiva.
MIKOSHIBA: ISSO MESMO!
REI: Isso foi… o capitão da Samezuka?
MIKOSHIBA: E aí!

MIKOSHIBA: No nosso clube de natação da Academia Samezuka, fazer cirurgia pra colocar membranas entre os dedos é algo que todos os novatos fazem! Olhem as minhas mãos!
REI: Tem membranas!
MIKOSHIBA: Não é só isso. Quando eu tirar minhas roupas, vocês vão ver algo mais incrível ainda!
REI: Você tem um casco nas costas?!
MIKOSHIBA: Eu tenho até um prato na minha cabeça!
REI: Ehhhhhh?!
NAGISA: Viu? Então, Rei-chan… vai lá.
REI: C-Como assim “Rei-chan, vai lá”?! Eu não quero fazer isso… t-tem membranas no meu dedo, quando isso aconteceu?! Eu tenho um prato na minha cabeça! Um casco nas minhas costas! E meu corpo inteiro é verde?!
MIKOSHIBA: Isso mesmo! Agora experimenta lutar contra mim em sumô! Preparar… começar!
REI: E-espera, por que nós estamos lutando sumô?!
MIKOSHIBA: Isso não é óbvio?! Com kappas, tem que ser sumô! E quem ganhar coloca as mãos no ânus do perdedor — o ânus do perdedor — e pega a esfera mística que contém a alma dele!2
REI: Esfera mística…? Esp– Nã– Pare!

AMAKATA: “O nascer do sol é mais bonito na primavera. Quando a luz surge nas colinas, seus contornos se tingem de um leve vermelho e tufos de nuvens roxas trilham sobre elas.”3
REI: (Foi tudo um sonho…? Que droga… Ou melhor, por que eu estava varzeando de novo com o Nagisa-kun até nos sonhos?! Eu até chamei o sonho de “A Série de Invenções do Nagisa e do Rei”!)

NAGISA: Você tá bem, Rei-chan? É raro te ver dormir na aula.
REI: Verdade. Nem eu consigo acreditar.
NAGISA: Você deve estar muito cansado! Digo, você vem trabalhando tanto em melhorar seu tempo! Já sei! Eu tive uma idéia!
REI: O–O quê?!
NAGISA: A gente só tem que inventar um jeito novo de nadar! Estilo livre significa nadar livremente. Já que o o crawl é mais rápido, não tem muitos nadadores que nadem outro estilo, mas, de acordo com as regras, você pode nadar do jeito que quiser! Então vamos tentar!
REI: Esp– Espera! Pare! Eu não–

Notas:
1: Acho que é isso que falaram. Esse post explica o que é. Voltar ao texto
2: Basicamente, o Rei e o Mikoshiba viraram Kappas. Voltar ao texto
3: Trecho do Livro de Cabeceira, de Sei Shonagon. Não tenho paciência de ir procurar tradução, então aqui tá o artigo da Wikipédia. Voltar ao texto

02: DIÁRIO DE COLEGA DE QUARTO DO NITORI, ABRIL

NITORI: “Diário de Colega de Quarto do Nitori, Abril.”

NITORI: Eu mudei para meu quarto no dormitório hoje, por ordens do Capitão Mikoshiba. Meu colega de quarto é o Matsuoka-senpai. Eu ouvi falar que ele estudou na Austrália, para aprender natação. Eu já vi o Matsuoka-senpai nadar antes, em um campeonato no ensino infantil. A prova de estilos tinha sido tão incrível! E pensar que agora eu estou dividindo um quarto com o meu modelo… Ainda bem que eu entrei no clube de natação da Samezuka! Espero que eu aprenda muito com ele… Ah, mas tem um problema. Os quartos do dormitório têm beliches… quem vai ficar com a cama de cima e a de baixo? Já que ele é meu senpai, ele deveria ficar na de cima, certo? Mas quem dormir na cama de cima vai ter que subir na escada todo dia. Não sei se eu deveria deixar meu senpai ficar com esse incômodo… Mas a idéia de dormir em cima do Matsuoka-senpai parece meio rude… O que eu faço?

NITORI: Ah! Matsuoka-senpai! Eu vou ser seu colega de quarto a partir de hoje! Eu me chamo Nitori Ai’ichirou! Prazer em te conhecer!
RIN: É.
NITORI: H–hm!
RIN: Quê?
NITORI: Ma–Matsuoka-senpai! No topo ou embaixo… o que você prefere?
RIN: HUH?!
NITORI: Um… então… no topo ou embaixo…
RIN: HUHHHH?!
NITORI: A cama…
RIN: Ah… Tch. …… A de baixo.
NITORI: Tá bom!

NITORI: O Matsuoka-senpai prefere ficar embaixo.

03: O ANIVERSÁRIO DO HARUKA

MAKOTO: “O Aniversário do Haruka.”

MAKOTO: Está pegando a forma!
NAGISA: Um bolo de aniversário gigante feito de areia!
REI: Mas eu nem imaginava que nosso último dia de acampamento seria o aniversário do Haruka-senpai! Se eu tivesse sabido antes, teria preparado um presente…
MAKOTO: Não, já que é um acampamento de treinamento para o clube de natação, nós deveríamos deixar esse tipo de celebração pra quando chegar em casa– Wah!
NAGISA: Desmoronou! A gente vai ter que começar de novo!
REI: Talvez pegue forma melhor se a gente adicionar mais água.
NAGISA: Aposto que o Haru-chan vai ficar bem surpreso, porque não vai esperar que a gente faça isso.
MAKOTO: A Gou-chan e a Ama-chan-sensei estão prendendo o Haru no quarto delas, na pousada. A gente tem que acabar antes que o sol se ponha–
GOU: Má notícia! Eu tenho uma má notícia!
MAKOTO: Espera… Gou-chan?!
NAGISA: O que houve?
GOU: Bom… O Haruka-senpai disse que ia nadar no mar, porque ainda faltava um tempo pro jantar, e…
MAKOTO: Ele está vindo aqui?!
REI: Isso é ruim! Se a gente não fizer nada, ele vai ver nossa surpresa!
GOU: A Ama-chan-sensei está fazendo tudo que pode pra segurar ele, mas não dá pra saber quanto isso vai durar…
NAGISA: Tudo bem então! Deixe isso comigo! Eu já volto!
MAKOTO: Estamos contando com você, Nagisa!

AMAKATA: Já sei! Nanase-kun, você já ouviu essa frase famosa? Aquela que o velho disse depois que pediram para ele escolher entre uma cesta grande e uma pequena? “Posso decidir depois de olhar dentro?”
HARUKA: …
AMAKATA: Ehe.
HARUKA: Posso ir nadar agora?
NAGISA: Haru-chan!
AMAKATA: Hazuki-kun…
HARUKA: Que houve, Nagisa?
NAGISA: Bom, Haru-chan, eu acabei de descobrir algo incrível! Você acredita que essa ilha tem um mascote?
HARUKA: O quê?!
NAGISA: Olhe para esse panfleto! É a Shimashima-chan, que ama água e é inspirada na Mizushima, na Ooshima e na Sukishima! A história dela também é incrível! Leia isso!

GOU: Espero que a idéia do Nagisa-kun tenha funcionado…
MAKOTO: De qualquer jeito, a gente tem que acabar isso enquanto ainda dá tempo…
REI: Ok… Com isso, eu completei a base. Agora tudo que falta é a decoração. O que a gente deveria usar?
MAKOTO: O que mais deixaria o Haru feliz é…
GOU: Cavala?
REI: Não, eu não acho que isso funcione…
MAKOTO: Isso mesmo! É difícil demonstrar a linha delicada da cavala e o toque do material. Tem que ficar diferente do atum e da perca, e é difícil fazer isso com mãos amadoras.
REI: É com isso que você se preocupa?!
GOU: Além disso, mesmo se a gente conseguir fazer ficar parecido com uma cavala, ele não vai conseguir entender se é uma cavala em um bolo ou uma cavala em um prato grande e grosso.
REI: É com isso que você se preocupa?! Não é isso que eu quis dizer, é que é estranho ter um bolo com cavala!
REI: Desmoronou de novo…
GOU: Justo quando a gente estava com ele pronto…
MAKOTO: A maré está subindo. A gente deveria ter feito ele um pouco mais longe das ondas!
REI: Vamos fazer de novo, então! Dessa vez, um pouco mais longe!
MAKOTO: É. Nosso tempo está acabando. Vamos nos apressar!
NAGISA: Má notícia! Má notícia!
MAKOTO: O que houve, Nagisa?
REI: O seu plano pra distrair ele com um mascote não funcionou?
NAGISA: Na verdade, o Haru-chan ficou muito interessado… mas aí ele descobriu que tem um evento sobre ela, e… Olha, ali!
SHIMASHIMA-CHAN: Shimashi~ Shimashi~ Shimashima-chan!
GOU: A Shimashima-chan está dançando!
NAGISA: O Haru-chan disse que queria ir ver ela! O que eu faço?!
REI: Quando o Haruka-senpai pisar na praia, ele vai ver nosso bolo de areia!
MAKOTO: Isso é ruim! O que a gente faz?!
REI: Já sei! Eu vou fazer alguma coisa!
NAGISA: Oohh, Rei-chan!
MAKOTO: A gente está contando com você, Rei!

AMAKATA: Ah, já sei! Nanase-kun! Você já ouviu essa frase famosa? O que o lenhador disse depois que o espírito da fonte perguntou se ele tinha derrubado um machado de ouro, de prata ou de ferro? “Posso decidir depois de checar o preço de mercado do machado de ouro?”
HARUKA: …
AMAKATA: Ehe.
HARUKA: Posso ir ver a Shimashima-chan agora?
REI: Haruka-senpai!
AMAKATA: Ryuugazaki-kun!
HARUKA: O que houve, Rei?
REI: Eu preciso que você cheque uma coisa no banho!
HARUKA: O banho?
REI: Isso! Haruka-senpai, você é bem informado quando o assunto é água, certo? Você poder checar a qualidade da água pra mim? Por exemplo… hm… me diga como os componentes dos minerais da fonte termal são… como um sommelier1 de água!
HARUKA: Sommelier… da água… Tudo bem.

NAGISA: Espero que o plano do Rei-chan tenha funcionado…
MAKOTO: Ok! Que tal isso? Eu consegui construir a base de novo.
GOU: O que a gente coloca de decoração? Sem cavala, certo?
NAGISA: Eu gostava daquela casinha coberta de neve nos meus bolos decorados.
GOU: Isso é um bolo de natal! Ah, mas eu também gostava delas. Eu dividia em dois com o meu irmão.
MAKOTO: Bom, já que é um bolo de aniversário, a gente deveria colocar morangos e chantilly em cima, né? E também é uma boa idéia colocar uma placa dizendo “Feliz Aniversário”.
NAGISA: E as velas?
MAKOTO: É difícil fazer velas acesas com areia…
GOU: Então que tal a gente usar velas de verdade?
MAKOTO: Esse bolo de areia tem um diâmetro de mais de um metro. Os tamanhos não vão corresponder.
NAGISA: Então… que tal a gente usar fogos de artifício ao invés de velas?
MAKOTO: Boa idéia, Nagisa!
GOU: Se a gente acender todos ao mesmo tempo, vai ficar muito bonito! Eu vou comprar eles!
NAGISA: Obrigada, Gou-chan!
REI: Gente, má notícia!
MAKOTO: O que houve, Rei?
NAGISA: Você não conseguiu atrair ele com a água do banho?
REI: Não,  funcionou, mas… Ele entrou na água e fez um veredito da qualidade quase imediatamente. Agora ele está dizendo que quer ir comprar lembranças! Já que ele não conseguiu encontrar a Shimashima-chan, ele quer pelo menos comprar o penduricalho de celular dela!
NAGISA: Ehhh?! A loja de lembranças é aquela que dá pra ver daqui, não é? Ele vai ver a gente na hora! E só falta mais um pouco!
MAKOTO: Tudo bem, eu vou.
NAGISA: Mako-chan!
MAKOTO: O único que pode parar o Haru agora sou eu.
REI: Estamos contando com você, Makoto-senpai!

AMAKATA: Ahhhh, só um minuto, Nanase-kun! Que tal essa frase famosa? Foi isso que um jovem padre disse quando mandaram ele atravessar uma ponte que tinha uma placa escrito “Não atravesse”…
HARUKA: Posso ir comprar um penduricalho?
MAKOTO: Haru!
AMAKATA: Tachibana-kun!
HARUKA: Makoto?
MAKOTO: Sobre aquela garota…
HARUKA: … O quê?
MAKOTO: Eu… Eu não acho que ela seja certa para você.
HARUKA: Por que você acha isso?
MAKOTO: Porque ela… ela não combina com você!
HARUKA: Eu que tenho que decidir isso!
MAKOTO: Mas… mmghh…!
AMAKATA: (O quê? Do que eles estão falando? Eles estão em tamanha harmonia que eu não consigo entender…)
MAKOTO: Eu… Eu acho que para você, Haru… a Mizushimashima-chan é muito melhor!
AMAKATA: Vocês estão falando dos mascotes?!

NAGISA: Pronto! Acabamos!
REI: Para os toques finais, vamos escrever “Feliz Aniversário” nesse pedaço de madeira e colocar em cima!
NAGISA:Tá bonito, tá bonito!
GOU: Eu comprei dezessete fogos de artifício!
NAGISA: Bem-vinda de volta, Gou-chan!
REI: A gente também acabou!
GOU: Wow! É tão grande!
REI: A gente se esforçou pra fazer isso!
GOU: Mas como será que o Haruka-senpai vai reagir a essa surpresa? Eu não consigo nem imaginar.
NAGISA: O Haru-chan se envergonha fácil. Mas acho que qualquer um ficaria feliz com uma surpresa.
REI: Vamos enviar uma mensagem pro Makoto-senpai falando que estamos prontos.

AMAKATA: O sol se pôs faz muito tempo.
MAKOTO: Está muito escuro!
HARUKA: Onde o Nagisa e os outros estão?
HARUKA: !
GOU/NAGISA/REI: Haruka-senpai! Feliz aniversário!
HARUKA: Um bolo de aniversário feito de areia… Vocês fizeram isso?
REI: Sim, se bem que não é comestível…
NAGISA: A gente colocou dezessete fogos de artifício para substituir as velas.
MAKOTO: Parabéns, Haru!
HARUKA: É-É só um aniversário…
MAKOTO: É, bom, a gente queria celebrar ele.
NAGISA: Isso mesmo! Uma celebração compartilhada por todos nós!
GOU: Meu irmão não está aqui, mas eu tenho certeza de que ele também te desejaria tudo de bom.
REI: Já que nós não temos um presente pronto, só temos sentimentos para te oferecer…
AMAKATA: Aqui está uma frase famosa. “Todo mundo tem um coração de dezessete anos.”
NAGISA: Quem disse isso?
REI: Eu não entendi.
AMAKATA: Calma, calma. Vocês vão entender quando forem adultos.
GOU: Como assim?

HARUKA: Obrigado.

Notas:
1: Sommelier é aquele moleque que prova vinho e manja dos paranauê. Voltar ao texto

04: DIÁRIO DE COLEGA DE QUARTO DO NITORI, JULHO

NITORI: “Diário de Colega de Quarto do Nitori, Julho.”

NITORI: Eu pedi pro Matsuoka-senpai dar uma olhada no meu estudo de inglês hoje. Como esperado de alguém que viveu na Austrália por quatro anos. A pronúncia dele é perfeita, como se eu estivesse falando com um estrangeiro. Não só ele é bom em natação, mas também fala inglês fluente. Não é só no inglês, ele está entre os dez melhores da escola em todas as matérias. Isso sozinho já é incrível, mas ontem eu descobri algo mais incrível ainda. Quando eu saí da escola para comprar comida depois do treino, eu vi o Matsuoka-senpai pegar um gato de rua na chuva e levar para casa. Já que não podemos ter animais de estimação nos dormitórios, o gato está vivendo em um prédio abandonado da escola. O Matsuoka-senpai está levando um pouco de cavala do jantar pra ele de novo. Geralmente ele é rude e meio que age como um delinquente, mas ele é estudioso, bonito e gentil!

NITORI: Ele é completamente paafecto!

RIN: O que é perfect?
NITORI: P–P–Perfjakq… N-nada!

05: O FESTIVAL DA LULA RETORNA

REI: “O Festival da Lula Retorna.”

MAKOTO: Nós voltamos aqui no segundo dia.
HARUKA: É. A gente já faz isso todo ano, mesmo.
MAKOTO: Haha. Nós estamos vestindo nossos yukatas hoje, então estamos no humor certo de festival de verão.
NAGISA: Haru-chan! Mako-chan!
REI: Vocês também vieram aqui de novo, Senpais?
MAKOTO: Huh? Vocês também?
NAGISA: Sim! Nós corremos por aí demais ontem, e o Rei-chan disse que realmente queria participar do Paraíso de Apanhar Lulas.
REI: Eu não disse isso!
NAGISA: Calma, não diga isso! Olha! Elas estão escorregando umas sobre as outras!
GOU: Boa tarde, gente!
MAKOTO: Você também veio, Gou-chan?
GOU: Sim. Já que a Hana-chan estava comigo ontem, eu não consegui ver direito.
NAGISA: Você realmente gosta de músculos, não é…
GOU: Não, não foi isso que eu quis dizer! Isso é, hm, como se chama mesmo… uma experiência de aprendizagem observacional no festival da lula.
REI: Você consegue ter uma experiência de aprendizagem com o festival da lula?
GOU: Sim! Você não sabia, Rei-kun? O Paraíso de Apanhar Lulas não é um esporte para plebeus. É um evento no qual homens em fundoshi1 se interlaçam com uma lula viva enquando se agarram. Na verdade, tudo começou como um plano para corresponder com o quadro Ukiyo “O Sonho da Mulher do Pescador”2 feito por Kakushita Hokusai durante o período Edo.
REI: Eu não entendo por que alguém sentiu a necessidade de fazer isso em primeiro lugar…
GOU: Já sei! Que tal todos vocês participarem?
HARUKA: Desde que tenha água.
NAGISA: Eu, eu! Eu também quero participar! Rei-chan, vem!
REI: Não! Se intrelaçar com uma lula enquanto só se veste um fundoshi… Isso não é nada bonito!
GOU: Do que você está falando?! É muito bonito! E se o Rei-kun for, vai ter lula, óculos, e músculos! Uma nova colaboração! Não tem como não ser bonito!
REI: Lula, óculos e músculos?! Isso não faz sentido!
MAKOTO: Calma, calma. Que tal a gente ir agarrar lulas e considerar isso uma chance de criar memórias sobre nosso verão?
REI: Não você também, Makoto-senpai…!
GOU: Não é?! Você também fale pra ele, Haruka-senpai!
HARUKA: Rei. Não tente pegar a lula. Seja a lula. Deixe a lula te aceitar.
REI: O que eu ganharia por ser aceito por uma lula?!
GOU: Tudo bem então, está decidido! Vão pegar o máximo possível de lulas! Eu estou com a câmera pronta!
AMAKATA: Infelizmente, vocês não podem.
MAKOTO: Ama-chan-sensei!
GOU: Por que não?
AMAKATA: Porque vocês são menores de idade. As regras ficaram mais estritas esse ano, e a combinação de lulas com menores de idade é proibida.
ALL: Ehhhhhhh?

1: Fundoshi (NSFW) é um tipo de roupa de baixo japonês que é tipo um fio-dental sem elástico. Voltar ao texto
2: O Sonho da Mulher do Pescador (super NSFW!) é um quadro considerado um dos primeiros exemplos na história de pornografia com tentáculos. O resto das palavras você também encontra na página da wikipédia. Voltar ao texto

06: DIÁRIO DE COLEGA DE QUARTO DO NITORI, SETEMBRO

NITORI: “Diário de Colega de Quarto do Nitori, Setembro.”

NITORI: Com o fim do campeonato distrital, o Rin-senpai se reconciliou com o Nanase-senpai e os outros. Ainda bem.

… Eu estou feliz por ele, mas… eu me sinto como se o Rin-senpai estivesse ficando cada vez mais longe demais e isso me faz sentir solitário. Não, vai ficar tudo bem! Isso não pode ser verdade! Afinal, o Rin-senpai disse que iria fazer o melhor time na Samezuka. Eu até me esforcei mais ainda no meu treinamento para poder entrar na prova de estilos com ele. E o que me fez mais feliz foi quando… depois do fim do campeonato distrital, o Rin-senpai me chamou pelo primeiro nome. Ele me chamou de “Ai”. É o mesmo jeito que ele chama o Nanase-senpai de “Haru”! Ou seja, significa que o Senpai me reconhece como atleta!

NITORI: Ah, Senpai!
RIN: Huh? Que foi… Nitori?
NITORI: Ni… Ni–Nitori…
RIN: Hm? Quê? Que foi… Nitori?
NITORI: Eh… N–Nitori… Nitori… Nitori… Não! Não é nada!

NITORI: Não tem problema se ele não me chamar assim o tempo todo. É porque ele só me chama assim às vezes que a felicidade de quando ele me chama aumenta!!!!

07: HARUKA VS RIN, A BATALHA FINAL DO FESTIVAL DO CARANGUEJO

MAKOTO: “Haruka vs Rin, a Batalha Final do Festival do Caranguejo!”

REI: Que tipo de festival é, dessa vez?
HARUKA: O festival do caranguejo.
REI: Primeiro é lula, agora é caranguejo?
MAKOTO: Isso! Em Iwatobi, todo ano a gente faz um grande festival de lula no começo do verão e um grande festival de caranguejo no outono.
REI: Eles soam como festivais de alta classe…
NAGISA: O que a gente come primeiro? Croquetes de caranguejo? Ou talvez misoyakisoba de caranguejo, sopa de caranguejo, ou espetinhos de caranguejo?
RIN: Ei, Haru. O resto de vocês também tá aqui.
HARUKA: Rin!
NAGISA: Você também veio, Rin-chan! E a pessoa do seu lado é… deixa eu pensar…
NITORI: Eu me chamo Nitori Ai’ichirou.
NAGISA: Isso mesmo, Ai-chan!
NITORI: A–Ai-chan?!
HARUKA: Vocês vieram aqui pra rezar por vitória de novo?
RIN: Não que eu precise de ajuda de deus. Eu consigo vencer com minhas próprias habilidades. Agora que eu pensei, eu lembro que ganhei as prefeitorais e você não era páreo meu, Haru.
HARUKA: Não tinha muita diferença entre nós naquela competição. Heh. Se você vai ficar contando vantagem com algo insignificante como aquilo, então você virou um homem pequeno, Rin.
RIN: O quê?!
NITORI: Espere, Rin-senpai! Aqui não!
RIN: Ele puxou briga comigo, não tem como eu não aceitar! Luta comigo, Haru!
HARUKA: Tudo bem! Nós vamos acertar as coisas em uma competição em estilo livre!
NAGISA: É! Eu quero ver vocês brigando!
REI: Não encoraja eles, Nagisa-kun!
MAKOTO: É, vocês dois! Não briguem aqui!
HARUKA: Tem que acontecer cedo ou tarde.
RIN: Hah! Eu vou acabar isso em um piscar de olhos.
HARUKA: Você parece bem confiante.
RIN: Que tal quem mergulhar daqui, encostar naquele barco pescador de caranguejos no porto e voltar pra cá primeiro ganha?
HARUKA: Parece interessante. Vamos fazer isso, Rin!
RIN: Lute comigo, Haru!
MAKOTO: Whoa… A velocidade deles para tirar os cintos não é normal!
REI: Espera, os dois estão usando bermudas de natação embaixo da roupa!
NAGISA: Me deixe explicar! Em dias nos quais o Haru-chan sente a água, ele se prepara vestindo uma bermuda embaixo da roupa!
REI: O Rin-san também?
MAKOTO: Não! O Rin vestiu as dele porque ele tinha a impressão de que ia lutar contra o Haru hoje! … Acho.
REI: Você acha?!
NITORI: Bom, vamos começar. Preparar… vai!
NAGISA: Vocês dois são tão rápidos!
MAKOTO: Quem foi mais rápido?!
REI: Os dois chegaram ao mesmo tempo!
RIN: Haru e eu, iguais?!
HARUKA: Foi empate?!
RIN: De jeito nenhum!
NITORI: Espera. É verdade que os dois chegaram ao mesmo tempo, mas…
MAKOTO: Mas?
NITORI: O Rin-senpai tirou a roupa mais rápido.
HARUKA: !
RIN: Hehe. Bom, eu não perco de ninguém quando é pra ser o mais rápido tirando a roupa.
NAGISA: Como esperado do Rin-chan!
MAKOTO: Isso não tem nada a ver com natação!
REI: Mesmo se tivesse, não tem como a gente determinar quem foi mais rápido sem ter nem cronometrado!
NITORI: Não, a gente consegue. Eu filmei tudo.
MAKOTO: Desde quando?!
NITORI: Assistam isso.

RIN: Que tal quem mergulhar daqui, encostar naquele barco pescador de caranguejos no porto e voltar pra cá primeiro ganha?
HARUKA: Parece interessante. Vamos fazer isso, Rin!
RIN: Lute comigo, Haru!

NITORI: Viram?
MAKOTO: É verdade…
NAGISA: O Rin-chan foi mais rápido…
RIN: Hehehe. Toma essa, Haru.
HARUKA: …
NAGISA: Desse jeito, o Rin-chan vai ganhar…
HARUKA: Mais uma vez, Rin!
RIN: Tudo bem, Haru. Mas o resultado vai ser o mesmo, não importa o que você faça.
HARUKA: Vamos fazer isso, Rin!
RIN: Lute comigo, Haru!
MAKOTO: Whoa… Eles são tão rápidos que eu não consigo nem ver as mãos deles tirando os cintos…
RIN: Toma essa!
NAGISA: O Haru-chan ganhou dessa vez!
REI: Era uma competição de tirar a roupa?!
NITORI: Agora é uma vitória, uma perda, um empate cada…
REI: Não, espera, a velocidade na qual você se despe não tem nada a ver com nada!
RIN: Mais uma vez, Haru!
HARUKA: Com o que a gente luta dessa vez?
RIN: A gente chegou no topo do festival. Que tal um pouco de tiro ao alvo?
HARUKA: Ok!
REI: Você não se importa?!
MAKOTO: Isso realmente é estilo livre!
NAGISA: Haru-chan, você consegue!

NITORI: Quem conseguir o maior prêmio ganha!
RIN: Eu vou primeiro.
MAKOTO: A pose do Rin… e seus olhos se travando na presa… Ele é como um assassino mirando no seu alvo!
NAGISA: Wow, Rin-chan! Você derrubou o Iwatobi-chan em tamanho real!
RIN: Heh! É mesmo.
HARUKA: Me dá isso. É a minha vez.
MAKOTO: Haru também não está desistindo! Se o Rin é um assassino, então o Haru é um agente secreto protegendo o alvo dele!
NAGISA: Ele derrubou a fantasia de Iwatobi-chan!
MAKOTO: Nada mal, Haru!
REI: Quem ganhou nesse caso? É um Iwatobi-chan em tamanho real contra uma fantasia de Iwatobi-chan…
NITORI: Os dois são itens raros.
NAGISA: Então foi empate.
RIN: Droga! Próxima prova!
HARUKA: Vamos tentar algo no qual você seja bom.
RIN: Você tem coragem. Nesse caso… vamos lutar com aquilo.
HARUKA: !! O Inferno de Apanhar Caranguejos?!
REI: Inferno de Apanhar Caranguejos?
NAGISA: É a versão caranguejo do Paraíso de Apanhar Lulas. Diferente das lulas, os caranguejos têm garras, então se eles te pegarem você sente dor infernal…
REI: Isso é assustador!!
NITORI: Estão fazendo ali! Vamos!

REI: Isso é… o Inferno de Apanhar Caranguejos… Homens em fundoshi estão apanhando caranguejos vivos… Realmente é o inferno puro…
GOU: Oh, você veio, Onii-chan! O Haruka-senpai e os outros também!
NAGISA: Você veio de novo, Gou-chan?
GOU: Vocês também vão participar?
RIN: Vamos. Eu estou lutando contra o Haru pra ver quem pega mais.
REI: As regras não impediam menores de idade de participar?
GOU: A gente não pode participar com lulas, mas caranguejos não tem problema! Porque eles não são escorregadios!
REI: Esse é o critério deles?!
HARUKA: Vamos, Rin!
RIN: Eu não vou perder!
HARUKA E RIN: Caranguejos, caranguejos, caranguejos!
NAGISA: Você consegue, Haru-chan!
NITORI: Rin-senpai!
MAKOTO: O Haru pegou o primeiro!
NITORI: O Rin-senpai pegou dois ao mesmo tempo!
MAKOTO: Mas o caranguejo do Haru é maior!
NITORI: Mas os caranguejos do Rin-senpai têm uma cor melhor!
MAKOTO: O Haru também não está desistindo! Ele pegou um com garras enormes!
NAGISA: Não perca, Haru-chan!
NITORI: Ah! Rin-senpai! Cuidado!
REI: O Haruka-senpai está tentando pegar o grande enquanto os dedos do Rin-san estão presos nas garras do caranguejo!
NITORI: Não, o Rin-senpai não está desistindo! Mesmo com os dedos presos, ele está mexendo com tanta força…!
GOU: A colaboração intensa entre músculos e caranguejos! Incrível! Isso é tão incrível!
RIN: Ai!

MAKOTO: Quem ganhou?
REI: O Haruka-senpai… pegou 14!
NITORI: O Rin-senpai também… pegou 14!
NAGISA: Outro empate?!
RIN: Droga! Mais uma competição!
NITORI: O que, dessa vez?
RIN: Dessa vez…

RIN: É omikuji1!
HARUKA: Hmpf! Então quem tiver mais sorte ganha!
RIN: Sorte média. O objeto que você perdeu é difícil de encontrar.
HARUKA: Meia sorte. A pessoa pela qual você está esperando virá, mas vai se atrasar.
GOU: Nenhum dos dois é bom ou ruim…
REI: O que é melhor então, sorte média ou meia sorte?
ALL: Hmm…
RIN: Tudo bem então! Próxima competição!
HARUKA: Eu vou até onde isso me levar!
REI: Talvez a gente deva voltar pra casa agora, não?
MAKOTO: É.
GOU: Está ficando mais e mais bobo…
NAGISA: Manda mensagem depois pra contar como acabou, tá bom, Ai-chan?
NITORI: Já disse que não me chamo Ai-chan!
RIN: Haru! Agora a gente vai ver quem come espetinho de caranguejo mais rápido!
HARUKA: Eu aceito seu desafio!

Notas:
1: Omikuji é uns palitinhos com a sua sorte que eles vendem em templos. É bem detalhado, com um nível de sorte (alta/média/um pouco baixa) e algumas informações a mais (sua pessoa amada vai te corresponder, mas seus estudos/trabalho vão piorar). Voltar ao texto

08: DIÁRIO DE COLEGA DE QUARTO DO NITORI, OUTUBRO

NITORI: “Diário de Colega de Quarto do Nitori, Outubro.”
NITORI: Um dia eu quero ser capaz de lidar com qualquer tipo de desafio, que nem o Rin-senpai. Hoje, eu tentei arrancar minhas roupas muito rápido em segredo. É bem difícil. Eu não estou fazendo isso tão bem quanto o Rin-senpai faz. Eu preciso praticar mais!
NITORI: Hah!
RIN: O–O que você está fazendo, Nitori?
NITORI: Uhh… hm… bom, eu… NÃO OLHE!!!

09: VISITA AO QUARTO DO RIN

NITORI: “Visita ao Quarto do Rin.”
NAGISA: O treino conjunto foi divertido!
HARUKA: A gente não nada com a Samezuka desde que tivemos aquele primeiro treino conjunto com eles antes do Rei entrar no clube.
GOU: E o seu relacionamento com o meu irmão ainda estava tenso, então a gente foi embora assim que o treino acabou.
REI: Mas hoje a gente vai visitar o quarto do Rin-san.
MAKOTO: É. Eu não esperava que o Rin deixasse…
RIN: Huh?! Meu quarto?! … Tudo bem, eu não me importo. Eu vou pra lá assim que tiver tomado banho, então podem me esperar ali.
GOU: O quarto do meu irmão! Mal posso esperar!
HARUKA: Você também nunca veio aqui, Gou?
GOU: É claro que não! A Academia Samezuka é uma escola masculina, então uma garota não pode simplesmente entrar no dormitório deles.
NAGISA: Com licença!
MAKOTO: Então esse é o quarto do Rin, huh?
REI: É bem bagunçado…
NAGISA: Tem uma foto em cima do criado mudo.
GOU: De quem? De quem?!
HARUKA: Isso é…
REI/MAKOTO/NAGISA: A Gou-chan?!
GOU: Meu irmão colocou minha foto em um porta-retratos?
NAGISA: O Rin-chan deve te amar bastante, Gou-chan.
REI: Mas isso é meio nojento…
GOU: Do que você está falando, Rei-kun?! É natural o meu irmão se importar tanto com a irmã fofa dele.
REI: Mas aqui também tem fotos…
NAGISA: Wow, verdade! Tá cheio de fotos na escrivaninha!
MAKOTO: Todas da Gou-chan…
HARUKA: Não tem nenhuma foto nossa.
GOU: Calma, calma, Haruka-senpai! Não fique com ciúmes!
NAGISA: Huh? Tem uma revista embaixo da cama.
REI: Nagisa-kun, não! Não toque naquilo! Só tem um tipo de livro que garotos escondem embaixo da cama!
NAGISA: Tipo o que?
REI: Eh? Tipo… hm… Não olhe para mim com esses olhos cheios de inocência!
MAKOTO: I-Isso mesmo! Você não deveria olhar pra revista!
GOU: O que que é?! Eu quero saber!
REI: Você não precisa saber!
MAKOTO: Vamos fingir que nós não vimos nada, tá bom?
GOU: Eu quero ver!
HARUKA: Eu também quero ver!
MAKOTO: Você também não, Haru!
GOU: Como a irmã dele, eu tomo responsabilidade por ver a revista!
MAKOTO: Não, não olhe!
REI: O espaço embaixo da cama é sagrado para homens! Não é para outras pessoas tocarem–
GOU: Peguei!
MAKOTO/REI: Ahhhh!
GOU: I-Isso é…
MAKOTO/REI: Eh?!
HARUKA: Revista de Músculos Mensal!
MAKOTO/REI/NAGISA: Ehhhhhhh?!
GOU: Eu compro isso todo mês! Não sabia que meu irmão também lia!
MAKOTO: Você também lê a Revista de Músculos Mensal, huh, Gou-chan…
NAGISA: “Especial de corrida, o músculo extensor unhar da carpa”…
MAKOTO: Nagisa? É músculo extensor ulnar do carpo. Hmm, e… “Para as tendências deste outono… nós vamos examinar melhor o músculo esternocleidomastoideo”…?
REI: T-Tem um monte de fotos de músculos aí…
NAGISA: Será que o Rin-chan também tem um fetiche com músculos?
HARUKA: Talvez é para ele ter assunto com a Gou?
MAKOTO: Amor fraternal, huh?
REI: Esse tipo de amor fraternal é nojento…
NAGISA: Mas tem uma revista normal de fotos de celebridades ali.1
GOU: Ehh, meu irmão olha esse tipo de coisa? Que choque.
REI: Não, eu acho que seu irmão descobrindo que a irmã dele vê revistas de músculos seria um choque ainda maior…
NAGISA: Ei, tem um envelope com uma carta escrita pela metade dentro!
REI: Tem um adesivo de coração nela!
GOU: Uma carta de amor?!
HARUKA: Pra quem será que o Rin estava escrevendo isso?
NAGISA: Está escrito que é para…
REI: Esp— Não, Nagisa-kun! Você não pode ler as cartas de amor dos outros!
NAGISA: Eh?! Está escrito que é pra Gou-chan!
GOU: Eu?!
REI: Tem algo definitivamente errado aqui! Que irmão em sã consciência usa um adesivo de coração em uma carta pra irmã?!
HARUKA: Espera! Não é a letra do Rin!
MAKOTO: É verdade! E agora que eu vi melhor, está escrito “Para Gou-kun”!
GOU: Gou… kun…?
REI: Não pode ser…?
MIKOSHIBA: Ei, qual é o problema de vocês! Não entre no quarto dos outros sem– É-É você, Gou-kun! Isso é perfeito, eu estava escrevendo uma carta para você! E-Eu estava imaginando se você não queria ir assistir um filme comigo esse domingo–
GOU: Hm… desculpa, não.
MIKOSHIBA: –foi o que eu pensei.

RIN: Eles estão atrasados.
NITORI: É, eles não vêm.
RIN: Na verdade… Eu não sei por que, mas estou me sentindo impelido a bater no capitão… Por que será?

Notas:
1: Não é uma revista de fofocas nem uma playboy, é daquelas revistas que aparecem às vezes em animes, com fotos de garotas de biquíni… então, geralmente essas revistas têm celebridades de todos os tipos nelas, e podem até ser só de uma celebridade. É ecchi no máximo, mas nada que você queira que seus pais vejam. Voltar ao texto

10: DIÁRIO DE COLEGA DE QUARTO DO NITORI, NOVEMBRO

NITORI: “Diário de Colega de Quarto do Nitori, Novembro.”

NITORI: O Nanase-san e o resto vieram hoje pro quarto que eu divido com o Rin-senpai. Quando o Rin-senpai está com ele, ele mostra expressões diferentes do que quando está comigo. Sempre que eu vejo ele fazendo essas caras, eu me surpreendo um pouco, mas…

NITORI: Eu também fico um pouco feliz três pontinhos.
RIN: Você fica feliz com o quê?
NITORI: Eh?! N–Nada!

11: NÃO TEM COMO A MINHA IRMÃ ESTAR SAINDO COM UM CARA

RIN: “Não tem Como a Minha Irmã Estar Saindo com um Cara.”1

NITORI: Qual é o problema, Rin-senpai?
RIN: Nada. É só uma coisa com a Gou…
NITORI: Sua irmã? Aconteceu alguma coisa?
RIN: N–Não, nada.

RIN: (Eu não posso… eu não posso contar para ninguém que a Gou esteve saindo com alguém todo domingo. Eu não posso… eu definitivamente não posso contar para ninguém que estou tão preocupado com a minha irmã que estou ficando louco!)

NITORI: Ah, será que a sua irmã conseguiu um namorado? Está ficando perto do natal, é a estação dos casais–2
RIN: DE JEITO NENHUM! A Gou ainda está no primeiro ano da escola! Sair com um garoto naquela idade é impensável! A Gou nunca faria uma coisa dessas!
NITORI: P-Por que você está tão estressado, Rin-senpai?
RIN: N-Não é nada!
NITORI: Mas a sua irmã é fofa. O Capitão Mikoshiba também parece gostar dela.
RIN: (Não pode ser… O capitão não colocou as patas sujas nela, colocou?!)
NITORI: Agora que eu pensei nisso, o capitão saiu com um sorriso enorme na cara dele domingo passado. Será que–
RIN: Eu vou dar uma corrida!
NITORI: Eh?! Mas você acabou de voltar de uma!
NITORI: Espera, Rin-senpai!

RIN: Droga! Maldito Mikoshibaaaaaaaa!

MIKOSHIBA: Pra que você me acordou a essa hora, Matsuoka?
RIN: Mikoshiba– Capitão! Tem algo que eu preciso te perguntar.
MIKOSHIBA: Oh?! Você pode perguntar qualquer coisa!
RIN: Pra onde você foi domingo passado?
MIKOSHIBA: Domingo passado? Eu fui ver um filme.
RIN: ?!!!! Com uma garota?
MIKOSHIBA: Sim! Com a irmã mais nova!
RIN: PUTA QUE O PARIU, EU SABIA–
MIKOSHIBA: Ahahahahaha!
RIN: Você–
MIKOSHIBA: Eu sou como você, também tenho uma irmã mais nova que está no primeiro ano.
RIN: Sua… irmã?
MIKOSHIBA: Isso mesmo. Tinha um filme que ela queria muito assistir, então eu fui com ela. O filme se chama “Vida de Rato”, e foi bem interessante! Chiuu!
RIN: Chiuu…

NITORI: Parece que não era um encontro com a sua irmã.
RIN: É… Que tipo de filme horrível é “Vida de Rato”?
NITORI: Mas é uma boa notícia, não é?
RIN: NÃO, NÃO É. (Se esse é o caso… algum outro cara está saindo com a Gou! … Não é o Haru, é?!)
RIN: … Ele não atende! Eu esqueci, ele nunca leva o celular pros lugares, saco! Pra que que ele tem um telefone em primeiro lugar, então?!
MAKOTO: Alô?
RIN: MAKOTO! O Haru está?!
MAKOTO: Ele está aqui. Um segundo.
RIN: Rápido!
MAKOTO: Haru!
HARUKA: Hm?
MAKOTO: O Rin está no telefone e ele está bravo.
HARUKA: Ok… Que foi, Rin?
RIN: HARU! Eu preciso te perguntar uma coisa. O que você estava fazendo domingo passado?
HARUKA: Assistindo um filme.
RIN: O QUÊ?!
HARUKA: “Vida de Rato”.
RIN: Você também?!
HARUKA: O Nagisa disse que queria muito assistir, então eu fui com ele–
NAGISA: Alô, Rin-chan? “Vida de Rato” é um filme super divertido! Eu recomendo! A gente também convidou o Rei-chan, mas ele disse “Eu não assisto filmes incompreensíveis como esse” e–
RIN: Droga! Quem é, então?! Quem está saindo com a Gou toda semana?!
NITORI: Eh?! Toda semana? É mesmo?
RIN: S-Sim, mas– não é como se eu estivesse preocupado! Eu não estou nem um pouco preocupado!!!
NITORI: Não se preocupe, Rin-senpai. Eu tenho uma idéia.
RIN: Uma boa idéia?
NITORI: Sim. É um jeito de descobrir a verdade.
RIN: Q-Que jeito é esse?
NITORI: A gente vai seguir ela.
RIN: Isso é stalking!
NITORI: Então você está me dizendo que não quer saber com quem a sua irmã está?
RIN: …

RIN: Ei.
NITORI: S-Sim?
RIN: Você tem certeza disso?
NITORI: Não se preocupe. Com esses disfarces, ela nunca vai saber que é a gente. Não importa de que jeito olhem pra gente, nós somos um novo diretor de cinema e um aprendiz de culinária cinco estrelas.
RIN: De onde esses detalhes vieram?! Ninguém consegue saber quem é o diretor de cinema e quem é o aprendiz de culinária, porque a história é em som…
NITORI: Shh! Lá vem ela!
RIN: A Gou está sozinha.
NITORI: É o que parece. Ela deve estar indo para o ponto de encontro. Vamos.

NITORI: Isso é…
RIN: Uma loja de esportes. Eu sabia que era alguém do clube de natação…!
NITORI: Ali está a pessoa que ela está encontrando.
HANAMURA: Bom dia, Gou!
GOU: Desculpe a demora, Hana-chan!
RIN: Hana-chan?
NITORI: É uma amiga…
RIN: Acho que a gente deveria ir embora.
GOU: Desculpa fazer você vir comigo toda semana.
HANAMURA: Não tem problema. Mas mesmo tendo visitado um monte de lojas, acho que esse é o lugar óbvio, não é?
GOU: Se é um presente que vai fazer ele ficar feliz, tem que ser aqui.
RIN: PRESENTE?!
NITORI: Shh! Rin-senpai, quieto! Vamos seguir elas!
RIN: TÁ BOM!
NITORI: Shh! Shh!
GOU: Esse moletom é lindo mesmo, né? É tão masculino. Essa toalha de rosto também.
HANAMURA: É! Esse vermelho é tão legal!
GOU: Eu vou colocar esses óculos de natação juntos e… Com licença, você pode embrulhar isso pra presente de natal?
NITORI: Parece que ela está comprando um presente de natal.
RIN: Pra quem é, caramba?!
HANAMURA: O que você vai escrever na etiqueta?
GOU: Acho que só um “Obrigada por tudo, Onii-chan” normal, mesmo.
RIN: Eh?
HANAMURA: Deve ser bom ter um irmão tão legal…
GOU: Mas ele também consegue ser chato de vez em quando. Ele nunca é honesto com os sentimentos dele.
NITORI: Era um presente pra você, Senpai.
RIN: Vamos embora, Ai.
NITORI: Tá!

Notas:
1: Referência ao nome do anime OreImo (Ore no Imouto ga Konna ni Kawaii Wake ga Nai), um anime de incesto (se bem que não aconteceu nada na primeira temporada) que vocês deveriam conhecer. Voltar ao texto
2: Já dá pra entender pelo contexto, mas no Japão o Natal não é comemorado do mesmo jeito que aqui. Ao invés de ser um feriado de família e presentes, ali é um feriado de casais. É mais como o nosso dia dos namorados, já que o dia dos namorados do Japão é mais sobre começar namoros do que fazer coisas como um casal. Voltar ao texto

12: DIÁRIO DE COLEGA DE QUARTO DO NITORI, DEZEMBRO

NITORI: “Diário de Colega de Quarto do Nitori, Dezembro.”

NITORI: Eu também quero dar um presente de natal para o Rin-senpai. Algo que mostre minha gratidão por ele sempre cuidar de mim.

RIN: Hm? Que foi? O que você tá escondendo?
NITORI: N–N–N–Nada!!
RIN: Deixa eu ver.
NITORI: Ah!!
RIN: Ah, um diário. Você também tem um, huh?
NITORI: “Também”…?
RIN: Huh?
NITORI: Eh?

NITORI: Acho que eu vou dar um novo diário pra ele de natal.

13: HARUKA, MAKOTO, RAN E REN

HARUKA: “Haruka, Makoto, Ran e Ren.”

MAKOTO: O Haru veio na minha casa hoje. Ele veio, mas…
REN: Haru-chan, agora esse! Vamos jogar isso agora!
RAN: Ren, não é justo! É a minha vez de brincar com ele! Não é, Haru-chan?
MAKOTO: Gente, para com isso! Vocês estão incomodando o Haru!
RAN: Eu quero brincar mais com o Haru-chan!
MAKOTO: Desculpa eles serem tão bagunceiros, Haru.
HARUKA: Não tem problema. Ran, Ren. Do que vocês querem brincar agora?
RAN/REN: Yay!
MAKOTO: O Haru é legal demais com a Ran e o Ren…
REN: Agora…
RAN: Não, é a minha vez!
HARUKA: Já que a gente jogou o jogo do Ren da última vez, agora é a vez da Ran.
RAN: Yay!
REN: Tch. O que a gente faz então, Ran?
RAN: Eu quero brincar de casinha.
REN: Ehh, de novo?
HARUKA: Casinha…
MAKOTO: Haru, você não precisa brincar com ela se não quiser.
HARUKA: Não… Eu vou brincar.
RAN: Então eu vou decidir os papéis. Eu vou ser a mãe. O Onii-chan vai ser o pai, e o Haru-chan e o Ren vão ser nossos filhos.
REN: Por que o Onii-chan vai ser o pai?
RAN: Porque um dia eu vou casar com ele.
REN: Não é justo! Eu também vou casar com ele!
MAKOTO: Esp– Não subam em mim! Ai ai ai ai ai!
HARUKA: Que bom que você achou duas pessoas querendo casar com você tão cedo na vida.
MAKOTO: Haru! Não fique parado aí, me ajuda!
HARUKA: É chato demais.
MAKOTO: Haru! Aiii… Ran! Ren! Desçam!
RAN: Pbbtt! Chato!
MAKOTO: Eles finalmente desceram…
REN: Ran, não é justo você ser a mãe, eu também quer ser!
RAN: Não, eu quero ser a mãe!
MAKOTO: Não briguem!
HARUKA: Que tal isso então, Ran?

HARUKA: Cheguei.
RAN: Bem-vindo de volta, Haru-chan! Eu fiz panquecas para o lanche hoje. Seu pai vai chegar em casa daqui a pouco.
REN: Cheguei.
RAN: Ah, é ele. Vai, Makoto, diz oi pra ele.
MAKOTO: Au! … Eu sou o cachorro?!
RAN: Você é o cachorro, o dono da quitanda, e o dono da peixaria.
MAKOTO: Três papéis em um?! É muito!
HARUKA: Ainda bem que você ganhou muitos papéis, né, Makoto?
MAKOTO: Mas são todos secundários…
RAN: Vamos continuar! Aqui estão suas panquecas, Haru-chan!
HARUKA: …
RAN: Haru-chan, come.
HARUKA: Já comi.
RAN: Não, você tem que comer “nham nham nham”.
HARUKA: N-Nham nham nham… Comi.
MAKOTO: Pffftt! Difícil ver o Haru assim.
HARUKA: Cachorros não falam.
MAKOTO: Não seja cruel, au.
RAN: Onii-chan, Haru-chan, vocês precisam ser mais sérios!
HARUKA: Foi mal.
MAKOTO: Desculpa.
RAN: Você comeu tudo, Haru-chan! Agora vá fazer a sua lição de casa até a hora de jantar, tá bom? Querido, ajude ele, tá bom?
REN: Haru-chan, o que você não entendeu?
HARUKA: Deixa eu ver… 13 x 47.
REN: Eh? H–Hm… Éééé… Isso é fácil demais pra mim, então pergunte para o Makoto.
HARUKA: Isso mesmo, Makoto.
MAKOTO: Vocês vão perguntar pro cachorro?! Uhhh… 13 x 47, né? Eu vou precisar de lápis e papel… Aqui. Olha, Ren. O jeito de calcular isso no papel é…
REN: Ensina pro Haru-chan, não pra mim.
MAKOTO: Você também não sabia a resposta, Ren.
HARUKA: Espera, Makoto. Quem disse que eu não sabia?
MAKOTO: Você que perguntou.
HARUKA: Não é pra levar a sério. Eu só estava atuando.
MAKOTO: Bom, é verdade que o Ren não sabe resolver, então é uma boa hora pra ensinar pra ele.
REN: Eh?! Eu não quero estudar!
RAN: Ren… Onii-chan… Haru-chan… Sejam sérios!!
REN: Desculpa.
HARUKA: Foi mal.
MAKOTO: Uhhh… au!

RAN: Não… isso é meu…
MAKOTO: A Ran dormiu no seu colo, né Haru?
HARUKA: Não consigo mexer…
<a name=”texto”MAKOTO: O Ren dormiu me abraçando.1
HARUKA: É claro que eles se cansaram, depois de brincar tanto.
MAKOTO: Desculpa, Haru. Foi barulhento, não foi?
HARUKA: Não tem problema. Eu não me importo desde que eles estejam felizes.
MAKOTO: Hm.
HARUKA: Que foi?
MAKOTO: Nada.
HARUKA: …
MAKOTO: A gente vai ter que ficar assim até eles acordarem, huh?
HARUKA: Minhas pernas estão dormindo…
MAKOTO: Haru, você tá bem? Não tem problema tirar a Ran do seu colo.
HARUKA: Não precisa.
MAKOTO: Mas você também deve estar cansado.
HARUKA: Já disse que não tem problema.
MAKOTO: Mesmo?
HARUKA: Sim.

Notas:
1: Quer ver uma imagem? A do fim do epi 4 mostra bem, se você trocar o Haru e o Makoto de lugar :33 Voltar ao texto

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: