Accelerator vai ganhar seu próprio mangá!


Como ele consegue ficar mais lindo do que já era? Assim, na boa?

Não me matem! Não me matem! Eu sei, oito meses sem postar, eu sei, desculpa… O motivo é simples: eu parei de assistir anime por um tempo, e usei meu tempo livre pra jogar (estudar pra quê, né). MAAAS o destino me fez voltar a assistir os anime tudo, então pode ser que eu volte a postar no MTime :33 só não contem com posts dos outros timers, porque o Takashi e a Jessy trabalham e eu perdi até o email do Yuki. Na verdade, vocês não deveriam nem contar com os meus posts, porque esse semestre vai ser super cheio pra mim (faculdade integral + estudar pra fuvest = falta de tempo), mas como eu gosto de procrastinar tem uma grande chance de eu voltar a postar aqui :33

Pra quem estiver interessado (shh, eu sei que ninguém tá, mas eu quero falar mesmo assim), eu voltei pro mundo dos animes porque um tumblr que eu sigo que não tinha nada a ver com animes começou a postar muita coisa de Shingeki no Kyojin, e eu fiquei curiosa, enrolei um pouco e finalmente fui assistir o primeiro episódio. Aí eu ouço a OP e… Revo. RevoRevoRevorevorevorevo EEENFIM, o destino me trouxe de volta a vocês :33 E eu gostei da história e personagens e tudo mais, mas a OP tem preferência. Por causa desse pequeno hiato meu, eu ainda preciso de um tempo pra acabar os animes que eu deixei parados no meio quando parei de assistir tudo, então vai ter um tempo sem post, mas eu juro que volto.

(TL;DR? A notícia começa aqui embaixo)

Bom, vamos à notícia? Vocês com certeza já ouviram falar de To Aru Majutsu no Index. Se não tinham ouvido, agora ouviram. Index era uma Light Novel que começou a ser publicada em 2004, sobre um moleque chamado Kamijou Touma que só se mete em confusão. Ele vive na Academy City, que ocupa um terço de Tokyo (a parte oeste, se eu me lembro bem) e tem uma população composta 80% de estudantes. Ela é feita de escolas (pensa a Cidade Universitária), líder em avanços científicos e fechada para o resto do mundo (pensa Cidade Universitária um pouco mais exagerada). Isso faz com que a tecnologia dentro dela esteja 50 anos à frente da do resto do mundo, incluindo a criação de espers. Isso mesmo – todo estudante da Academy City é um esper. Espers são divididos em níveis, do zero ao cinco, e o protagonista, Kamijou Touma, é um Level 0 (ou seja, com poder desprezível). Mas isso só porque o poder dele só se mostra quando em contato com outros poderes: o braço esquerdo do Touma consegue cancelar qualquer coisa fora do normal, seja ela científica (poderes espers) ou mágica (feitiços e tal). É aí que o título da série entra: um belo dia, uma certa garota chamada Index Librorum Prohibitorum, ou apenas Index, aterrisa na varanda do dormitório dele, e é assim que Touma se vê envolvido com dois mundos que nunca deveriam se encontrar: o científico e o mágico.

Já deu de sinopse, né? Por falar nisso, eu comecei a ler as LNs! Me forcei a parar na 10 porque preciso ler os livros pra fuvest, mas elas são interessantes. Por mais que o autor não tenha muito talento na escrita, as histórias que ele cria são interessantes :33 mas uma coisa que me irrita é a obsessão dele com a frase “A distância entre X e Y era de N metros”. Todo santo livro essa frase aparece, e não é nem com um ocasional “eles estavam a N metros de distância” – nããão, é sempre a mesma frase. Irrita um pouquinho.

Se você conhece a série, você provavelmente conhece o Accelerator, um Level 5 que aparece algumas vezes na série, e eu já ouvi gente (eu inclusa) dizendo que, já que é um personagem melhor (e menos irritante!) que o Touma, poderia ganhar uma série só dele. Bom, agora todo mundo pode comemorar: quinta, dia 22, chegou no Japão a edição de Outubro da Gekkan Komikku Dengeki Daioh (Dengeki Daioh Mensal de Comics), contendo um anúncio dizendo que o Accelerator vai estrear seu próprio mangá, To Aru Majutsu no Index Gaiden: To Aru Kagaku no Accelerator (Um Certo Index Mágico Spin-Off: Um Certo Accelerator Científico). O primeiro capítulo vai ser publicado na edição de Fevereiro do ano que vem de Dengeki Daioh, que vai sair em 27 de Dezembro desse ano. O escritor e desenhista da história vai ser o Arata Yamaji, que é novo. Vale lembrar que To Aru Kagaku no Railgun começou do mesmo jeito, como um mangá na mesma revista, e já tem três temporadas de anime.

Posso comemorar? Posso? Não? Ok então, chateada.

Via Anime News Network. Imagem daqui (anúncios NSFW e contra todas as leis da física, química e biologia que eu conheço)
(se bem que se eu conhecesse muitas não estaria com uma média ponderada tão ruim)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: