Sobrevivemos por dois anos, OOOHOHOH ~


Como o post é gigante, vocês vão gastar bastante tempo lendo ele, então eu vou dar um conselho… deixem esse post carregando ou sei lá em uma aba esquecida e vão primeiro ver a surpresa, e só venham ler esse post depois de fazer o que tá escrito lá (ou desistir). Claro, vocês ainda podem deixar a leitura pra mais depois ainda e só pegar os downloads, mas aí já é escolha de vocês. E a gente se esforçou pra escrever tudo aquilo, então não deixem de ler ;;

Tá, eu planejava postar isso na hora do almoço (mais conhecida em Osasco como “hora que eu acordo”), mas alguns presentes demoraram mais pra ser feitos, então vai de noite mesmo ~ pelo menos deu pra postar no dia certo ~

Como os marshmallows (mais conhecidos em Osasco como “leitores fiéis do MTime”) mais antigos já devem saber, a gente faz aniversário hoje ~ não é realmente o aniversário da criação do MTime, mas é o da passagem do MTime pro wordpress (e bem a tempo, porque o geocities morreu ano passado), porque a gente não sabe direito que dia foi a criação do MTime. Mas isso tudo eu já falei ano passado ~

Por falar em ano passado, nosso último aniversário teve um post por presente, mas não deu muito certo porque foram posts demais, então esse ano vocês vão ter que aguentar um post maior do que a tese de doutorado que um dia vocês vão fazer (ou não). Eu tenho a leve impressão de que posts gigantes também não dão muito certo, mas é melhor do que nada.

A introdução já ficou grande demais, então eu vou colocar o índice do post aqui pra vocês verem quais presentes tem, e continuar a introdução depois do índice ~

Os melhores do ano:

MTime-related:

… woah, eu consegui não dormir antes de fazer o índice. DIGO, DIGO, hora do resto da introdução ~

Bom, primeiro eu vou explicar melhor esse post ~ Ano passado, a gente fez um presente por categoria (sem contar as categorias de animes, claro…). Esse ano, como é o aniversário de dois anos do MTime, a gente fez DOIS presentes por categoria ~ e, antes que vocês perguntem, fazer 3 ano que vem vai ser trabalhoso demais, então a gente vai pensar em algo diferente. Então aproveitem os presentes desse ano ~

Como esse ano ia ter dois presentes por categoria, a gente decidiu fazer um presente relacionado às melhores coisas do ano e outro presente relacionado ao MTime ~ os relacionados ao MTime têm a ver com a gente, com marshmallows, com a Key ou com Sound Horizon. E sim, sound virou um dos temas-símbolo do MTime. N, não que todos os timers gostem de sound…
Psiu, para de ser tsun tsun Saa, você também ama Sanhora u_u

Eu adoro esse lado tsundere dela, nada contra <3

Os presentes relacionados às melhores coisas do ano acabaram sendo ou de Durarara!! ou de Sound Horizon… a OP também ia ter sido de Durarara!!, mas a Jessy votou na de Angel Beats! e não na de Durarara!!, e eu fiquei triste ;; o melhor anime do ano também teria sido Durarara!!, se o Yuki não tivesse boicotado as votações… mas tudo bem, porque eu amo Rainbow mais ~

Ah, e os únicos animes que concorreram nas votações foram os que não tinham nada ecchi e eram primeira temporada. Segundas (ou quartas) temporadas não contaram ~

Booom… é isso! Se preparem pra ler a bíblia, digo, ver a quantidade de presentes que a gente preparou pra vocês ~ a gente até sacrificou as nossas férias pra fazer esses presentes, então nos agradeçam (?).

Fic de Durarara!! (anime com melhores personagens)

Pois bem, fiquei encarregado de escrever a fic de Drrr!!, e aqui estou eu para anunciá-la. Eu adorei ter sido escalado para escrevê-la, pois pude realizar através delas dois de meus maiores desejos na série! A protagonista da fic é a Harima Mika, minha personagem favorita da série. Ela está um pouco diferente, mas eu ainda acredito que essa seja a verdadeira essência dela. A fic em si não é spoiler e nem nada do anime, é só uma coisa que eu queria MUITO que acontecesse. Está divertida, mesmo não sendo de comédia. Espero que gostem~

Link: https://mtime25.wordpress.com/fanworks/checkmate/

Menções honrosas aos outros animes que não ganharam, mas estiveram perto: Angel Beats, Otome Yokai Zakuro e Ookami-san to Shinchinin no Nakamatachi.

Icons de Durarara!! (anime mais bonito, sem contar a animação)

Bom… Eu fiquei muito feliz de ter sido encarregada de fazer os icons de Drrr!! <3 (tá que eu sempre faço icons por aqui e vocês já devem estar cansados, mas ok) Mas enfim, foi principalmente porque amo Drrr!! (mesmo que prefira Baccano e vou sair correndo antes que morra) e sem contar que os character designs foram feitos por um dos meus artistas favoritos: Suzuhito Yasuda. Enfim, fiz meio com pressa os icons porque tinha imagens demais e personagens demais, então não consegui fazer tantos como queria, mas espero que gostem mesmo assim!

Preview:

Link: mediafire.com/?ao25mwspazdss15

Tradução de Garasu no Hitsugi de Nemuru Himegimi [Sound Horizon] (música com as melhores lyrics)

Essa. Música. <3333333 EU AMO ELA E Ç_Ç  Mereceu mesmo de prêmio de melhores lyrics ~ Apesar que todas as músicas de Märchen mereciam, pra ser sincera… Bom, como eu simplesmente AMO demais essa música, foi a primeira que legendei (Sim, eu estou legendando alguns vídeos de Sound Horizon para ficar mais conhecido ~) enfim, eu legendei ela… Apesar que uma tradução melhor está por vir (Não me culpem; só conseguiram traduzir Märchen bonitinho perfeitamente ontem ou anteontem). Enfim, todas as outras músicas votadas foram de Märchen, menos uma, a Highest Life, da GirlsDeMo. É bom se viciarem em Sanhora também~

Não vou falar muito da música em si … Garasu, porque bom, quem escutou Märchen já deve conhecer, só falarei que é relacionada a Branca de Neve (Märchen inteiro teve relação com contos de fadas)~ Enfim, espero que gostem porque Garasu é demais <3 Ah, a tradução não foi feita por mim… Apesar de ter ajudado em uma ou outra coisa, foi feita pela Risu do fórum Horizon Seekers :3 mas eu legendei e… Recomendo ativar anotações E legendas.


Download da Yoiyami no Uta [Sound Horizon] (melhor música)

Bem, a música que foi eleita a melhor do ano foi Yoiyami no Uta de Sanhora, é a primeira música do 7th story CD ~ Märchen. Ela tem os vocais do Revo e da Hatsune Miku, de Vocaloid. Além disso o Revo utilizou músicas clássicas muito conhecidas de compositores que vocês devem conhecer, ou não, para deixar a música mais wow fuckyeah e você ter ódio por não ser tão perfeito e querer se casar ou matar o Revo ou nada disso.

“E a sétima comédia se repetirá…
7
Desse corpo que queima
6
Sai a chama traiçoeira limpando
5
Desse coração que queima
4
Chamas de ódio e vingança
3
Fome e trevas da vingança e do assassinato
2
Escondidas no fundo da escuridão de ID
1″

Enfim…o link

mediafire.com/?7d035214bm9o58a

btw, iremos dar o mérito aos que quase chegaram ao primeiro lugar, porém precisavam de uma forcinha ;;’

Menções honrosas às músicas empatadas em segundo lugar: Aoki Hakushaku no Shiro, Garasu no Hitsugi de Nemuru Himegimi, Kuroki Okami no Yado e Little Braver.

OP de Angel Beats! – My Soul, Your Beats! (melhor OP/ED)

Sim, eu votei em Angeats pra tudo! E infelizmente só ganhou a OP, então a Saa não tem porque reclamar, eu tenho motivos pra reclamar ;;’ mas estou feliz que ao menos a OP tenha algum valor nesse mundo *-* -q

Porque porque porque pra mim, Angel Beats! é o melhor anime não só do ano, mas da história do anime (?) ele é awesome demais e e e e e e e sem ele eu não estaria aqui nesse mundo no mtime, porque foi procurando angeats que eu achei aqui *-* então vocês podem ficar felizes, como eu, de Angel Beats existir…ou não…e e My soul, your beats é linda, vocês sabem que é linda /sei e e acho que é isso. Opening STARTO \o/


Menções honrosas a Uragiri no Yuuyake, seguida de NO, Thank You!

Review de Rainbow (melhor anime)

O anime que ganhou como melhor do ano foi Rainbow, que também virou o meu anime preferido ~ ele ganhou com 6 pontos, sendo que Durarara!! teve 5 pontos… se fossem 6, Durarara!! ganharia no desempate, então foi por pouco ~ Outros animes que merecem menções aqui são Angel Beats!, Working!! e Ookami-san, todos com 3 pontos (se bem que Working!! e Ookami-san não mereceram os pontos, o Yuki que resolveu boicotar a votação).

Esse post já tá gigante e talz, então eu não vou colocar prints aqui, não importa o quanto eu queira. edequalquerjeitoeufizessareviewnaúltimahoraentãonemdariatempo

Ook… não deu tempo pra eu reassistir Rainbow com calma pra fazer a fic, então a review vai ficar meio incompleta e ruinzinha. Mas vocês me perdoam, né? ~

A maioria das pessoas nem pegou Rainbow pra assistir. Algumas assistiram só o primeiro episódio e desistiram, outras foram um pouco mais longe e não aguentaram, e outras ainda (segundo a MAL, 3700, contra as 2400 que desistiram de vez ou deram um tempo, e mais 4000 que ainda tão assistindo então provavelmente também deram um tempo) foram até o fim. Você, caro leitor que assiste animes enquanto eles tão saindo, provavelmente sabe o motivo, mas a gente deve ter leitores que nem olham pros animes novos, então eu vou explicar mesmo assim. Rainbow é um anime pra maiores de 18 anos, mas até aí Durarara!! também é (não que eu tenha entendido o motivo, mas ok), então duvido que alguém tenha deixado de assistir só por isso. O motivo já começa na sinopse.

Rainbow é sobre sete adolescentes de 1955 que precisam viver juntos no mesmo quarto de um reformatório. A sinopse fala mais coisas, mas isso já é o suficiente pra entender porque um monte de gente nem considerou assistir o anime. Animes que se passam em reformatórios ou prisões, a não ser que sejam sobre os policiais, são extremamente violentos. Nenhuma surpresa aqui, já que animes precisam ser pelo menos um pouco realistas pra serem decentes – e sim, animes randoms com harems e garotas mágicas que caem em cima de personagens sem personalidade, eu tô falando de vocês. Como a maioria das pessoas olhando pros animes que iam sair na temporada de primavera seguiram o meu raciocínio, elas decidiram não assistir Rainbow, por não gostarem tanto assim de violência. Eu adoraria dizer que fui diferente delas e assisti o anime só pra não perder algo potencialmente bom, mas… é, eu só peguei Rainbow pra assistir porque não tinha mais nada pra fazer, e não me importei tanto com a violência no começo. Como eu não deixo de assistir animes depois do segundo episódio (com a exceção do nosso amado e especial Ookami Kakushi, que me fez perder qualquer esperança na humanidade que eu tinha), acabei assistindo Rainbow.

Mas como um anime tão violento pode ganhar como melhor do ano, vocês me perguntam? Realmente, é bem raro ver animes violentos e talz ganhando votações pros melhores do ano, mas… nem tudo é sangue! Rainbow deixou de ser pura violência na segunda metade do primeiro episódio, virando cada vez mais um anime sobre amizades, até a violência quase sumir de vez.

O anime começa seguindo seis garotos, que estão sendo levados pro reformatório. Você já consegue notar o sofrimento pelo qual eles vão passar na primeira cena: uma garotinha derruba a boneca no chão, e um dos garotos – que depois a gente descobre se chamar Joe – pega a boneca e devolve pra garota… ao que a mãe dela joga a boneca longe e grita pra ele não encostar na filha dela. Joe pede desculpas, e os guardas ainda batem nele.

Chegando no reformatório, os garotos são colocados na cela 6, junto com outro garoto, mais velho do que eles, que morou na cela por um bom tempo. É nessa cela que a história começa. Um dos garotos novos, o Mario, briga com o mais velho, que na hora é apresentado como Sakuragi. Ele bate no Mario, provando ser um ótimo boxeador, e vai pra cima dos outros quando eles tentam atacar o Sakuragi juntos. Todos eles são completamente ownados, e Joe oferece um cigarro em troca de não ser atacado pelo Sakuragi. Sakuragi pega o cigarro e… bate no Joe. Parece difícil gostar de um anime que vai ser pura violência se o Sakuragi continuar sendo inimigo dos seis garotos, não? Mas tudo bem, porque não é isso que acontece.

Depois da briga, acontece uma das cenas mais importantes do anime – talvez A mais importante, se a gente for contar quantas vezes ela foi repetida. O Sakuragi acende o cigarro que pegou do Joe, e… oferece pros outros garotos. No começo, eles não sabem muito o que fazer, mas acabam aceitando, e rodam o cigarro entre eles enquanto o Sakuragi fica de vigia na porta da cela, pra ver se ninguém chega (cigarros eram proibidos, duh – o que faz um cigarro ser incrivelmente valioso ali). E isso é… bom, o começo da amizade entre os sete garotos da cela número seis.

Essa amizade continua o anime inteiro, ajudando os garotos em várias situações difíceis. Os antagonistas são realmente poderosos: Ishihara, o guarda com mais autoridade do reformatório, e Sasaki, o único médico que tem ali. Os dois odeiam Sakuragi – que, com a amizade dos garotos, acaba virando Anchan, por ser como um irmão mais velho pra eles – e tentam usar os companheiros de cela e amigos dele pra atingi-lo.

Aí entra uma das coisas que eu mais gostei em Rainbow: nada acontece sem um bom motivo. Claro, as coisas relacionadas ao Heitai são desconhecidas, porque não teve episódios o suficiente pra animar o arco dele, mas fora isso os sentimentos, sonhos e ações dos personagens têm bons motivos. O Ishihara e o Sasaki não odeiam o Anchan porque ele é cool ou algo assim, mas sim porque ele é uma ameaça real pra eles. E cara, quando eu digo real eu quero dizer que o Anchan poderia destruir a vida deles assim que tivesse a chance. Até a aliança entre o Ishihara e o Sasaki, que parecia ser algo aleatório, acaba sendo explicada – se bem que você precisa pensar um pouco pra entender o motivo. E não são só as ações dos antagonistas que são explicadas: os crimes que levaram os seis garotos até o reformatório também. O do Heitai, por falta de episódios, não foi explicado, e isso é um ponto beeem fraco do anime, mas no fim a gente só percebe depois de assistir tudo, já que ele acaba sendo secundário demais. O motivo pro Anchan ter ido parar no reformatório também nunca foi explicado, mas aí já foi por vontade do autor, mesmo. O Anchan sempre foi um personagem misterioso – enquanto a maioria dos personagens têm o passado exposto bem no começo do anime, o Anchan acaba guardando vários segredos até o fim.

Falando em sonhos, a minha cena preferida (e a mais importante, depois da cena do cigarro) é a na qual os sete garotos escrevem os sonhos deles em uma árvore, e decidem que aquela árvore vai ser o ponto de encontro deles pra depois de saírem do reformatório (na hora, eles tavam fazendo trabalho comunitário ou sei lá). Eu acho divertido como todos os sonhos (acho que todos, mas não consigo lembrar o do Suppon e não tenho muita certeza de qual é o do Heitai, mas baseada nas personalidades deles acho que seriam ganhar muito dinheiro e entrar praa organização de soldados lá) acabam sendo realizados, mesmo que não do jeito que eles esperavam. O do Baremoto, claro, seria impossível de não ser realizado (conhecer muitas mulheres? Sério? Você vê cinquenta andando em cada rua, pronto, conheceu elas /sei), mas mesmo assim acaba meio que sendo realizado. Tem sonhos que só são realizados por algumas semanas, ou meses (o do Baremoto e o do Joe), mas acabam podendo ser realizados de novo, deixando todo mundo feliz e blá.

Uma das melhores coisas em Rainbow é o quanto é realista. Os personagens não param de sofrer, mesmo quando saem do reformatório, e nenhum deles consegue chegar nem perto da felicidade que a gente tá acostumado a ver (sabe, ir pra escola, trabalhar em algo normal, ter dinheiro o suficiente pra poder se dar ao luxo de passar horas assistindo anime e lendo blogs como o MTime), mas mesmo assim acabam se sentindo mais feliz do que a gente. É basicamente aquela coisa toda que dizem que é só de brasileiro mas na verdade é de todo mundo: as pessoas no fundo do poço riem da desgraça, e ficam felizes com qualquer melhora. Uma das coisas mais realistas em Rainbow foi que, cara, os personagens são mortais. Eu não vou dizer qual por motivos óbvios, mas um dos sete garotos morreu… e ele era um dos principais, então foi tão inacreditável que eu só consegui entender que ele tava mesmo morto quando ele tava naquela salinha ou sei lá random onde colocam os corpos pra serem identificados. Sei lá, acho que eu achava que ele ia levantar uma hora e falar “ah, oi, dormi bastante, né?” mesmo de ter levado cinquenta tiros. Só sei que, cara, foi um choque. Eu ainda não consigo acreditar que ele morreu, mas ok.

Bom, a review tá longa e uma droga, maaaas ok ~ o que realmente me fez amar Rainbow e votar nele como um dos melhores do ano foi o final. Eu ainda não tinha notado, mas a maioria dos finais de animes são uma droga. É como se todo anime acabasse com a esperança de ter uma segunda temporada, porque nunca dá a impressão de uma história acabada. E o final de Rainbow conseguiu mostrar muito bem que aquele realmente era o fim, sem precisar matar todos os personagens pra isso. A gente sabe que todo mundo vai continuar tendo histórias, que o anime em si só mostrou o começo das vidas dos personagens, mas o fim deixa claro que o anime acabou. Não dá realmente pra explicar, mas… foi um fim que conseguiu olhar pro futuro sem deixar de ser o fim. É como se o anime tivesse sido um prólogo, mas um que tivesse acabado decentemente, como um livro. Tá, eu realmente não sei explicar, mas é isso. Se eu fosse vocês, assistiria o anime só pelo fim. Ele compensa todas as cenas de violência, sério. Rainbow, em si, é um anime que começa triste e consegue ter um final feliz sem deixar de ter sofrimento. Talvez não tenha tanta felicidade no final, mas o que realmente tem é a esperança por um futuro bom, um que vai deixar os personagens felizes, um que vai fazer todo o sofrimento de uma vida valer a pena. Algo assim ~

E, e, é isso. FIM ~ e eu sei que a review tá uma droga, não precisam comentar atirando pedras ou algo assim.

Death Note vai ter filme!

E a nossa notícia quentinha, ou nem tanto assim, é sobre o filme americano de Death Note, que já tem diretor escolhido! Sim, sim, farão o filme estrelando o Light e sua turminha. E sim, no cinema americano. Lembraram de Dragon Ball? Pois é, eu também. Mas estou confiante que esse dê certo, porque o diretor ao menos se mostrou realmente interessado, pelo fato de ser um fã da série. O diretor e roteirista principal contratado é Shane Black, o produtor da série Máquina Mortífera. Pelo visto ele também se lembrou da adaptação ruim de Dragon Ball e veja o que ele disse em relação a isso:

“O que nós queremos fazer é voltar para aquele mangá, e fazer com que seja o mais próximo possível para o que é tão complexo e verdadeiro sobre a espiritualidade da história, enquanto evitamos simplesmente pegar o conceito e copiar como um suspense americano.”

Transmitiu confiança? Talvez. Mas vamos torcer para que tudo saia bem. Eu, particularmente, sou fã da série e não gostaria de vê-la estragada no cinema americano. Portanto, senhor Shane Black trate de fazer um trabalho decente ou farei você dançar até morrer.

Para falar sobre esse assunto, li alguns posts de outros lugares, mas acabei não me baseando taaaaanto neles, meu modo de falar é mais… pessoal, digamos.  Mas aí vai os links:

http://www.deadline.com/2011/01/warner-bros-taps-shane-black-for-japanese-manga-death-note/

http://jovemnerd.ig.com.br/jovem-nerd-news/cinema/versao-americana-de-death-note-ja-tem-diretor/

http://www.japanator.com/us-death-note-film-gets-director-let-s-prepare-ourselves-18196.phtml

Fic dos timers

Eu também fui encarregado de escrever a fic dos timers. Eu confesso que VIAJEI PRA CARAMBA e USEI MUITAS DROGAS para escrevê-la. Foi coisa rápida e de certa forma divertida. Algumas piadas são internas e talvez vocês não entendam… Basta saber que a Saa é nossa tsundere querida e a Phii a nossa amada yandere stalker necrófila. E eu sou um preguiçoso e a Jessy a nossa surtada fofucha. E claro, o nosso Takashi gamer nintendomaníaco~

Espero que gostem~

https://mtime25.wordpress.com/timers/fics/cadaveres-e-cachorros-quentes-gigantes/

Icons de Little Busters!

Advinhem quem? ~ Yuu~ Hehe, bom, LB!… Claro, faz parte da história de MTime, tanto que o nick da Saa antes de Saa era Sasa de Sasami (hehe ~) e o primeiro lay do MTime no wordpress foi de LB!, sem contar que LB é demais ;; LB é o que une nossos corações ~ (ou não, só queria falar isso mesmo). Fiquei feliz de fazer icons de LB porque adoro as CGs e tenho uns fanarts fofos e lindos aqui, então dá pra aproveitar muito bem~ Sem contar que adoro todos os chars <3 LB ainda tem um lugar beem especial no meu coração e sim, to bem gay hoje ._. ignorem. Quase desmaiar no hospital não ajuda muito >:

Enfim, sobre os icons em si… Espero que gostem. Eu tinha esquecido de fazer da Mio e da Yui-chan então fiz de última hora… hehehe. Não me matem. >:

Preview:

Link: mediafire.com/?k2vychkwlllem7q

Tradução de Philosophyz (OP de Rewrite)

Pra quem não sabe o que Rewrite é… Bom, é impressionante a gente nunca ter postado sobre isso antes, mas ok. Rewrite vai ser o próximo jogo da Key ~ Ele vai ser lançado dia 28 de Abril, mas liberaram a OP faz muuuito tempo. Como ninguém traduziu nem a OP de The Marshmallow Times nem a Marshmallow Time, eu fui obrigada a procurar no desespero qualquer música random relacionada ao MTime, e acabei pensando nessa, que aparentemente ninguém traduziu pro português ainda. A OP pode ser vista nesse vídeo ~ a tradução pra inglês foi feita pelo Words of Songs. Colocar as lyrics originais iria gastar espaço demais, e esse post já tá gigante, então eu aconselho ir pro Words of Songs se vocês quiserem ler as originais.

Bom, tem um problema na minha tradução (que pra falar a verdade é um problema das lyrics, mas ok). Eu traduzi como se a música fosse pra uma garota (na parte de “você está parada”), mas na verdade não dá pra saber se é uma garota ou um garoto, porque “você” continua não tendo gênero em japonês, e eles não têm desinências diferentes dependendo do gênero ou do número (tipo parado, parada, parados, paradas). Isso faz com que, sabe, o “parada” tenha sido um chute imenso, já que eu obviamente não joguei ainda, então não tenho como saber se a música tem algo a ver com um dos personagens e se esse personagem é garoto ou garota. Fora isso, não tem nenhum problema que eu precise comentar ~ aproveitem a tradução ~

Em uma noite rachada
Nós, refletidos nesse céu tão velho
Somos ilusões
Se me concederem esse desejo
Eu quero que o verdadeiro eu, diferente de ontem
Seja colocado nesse chão

O fato de que vivemos irá desaparecer no além
Você simplesmente fica parada nos trilhos enferrujados

Se tem um fogo azul circulando no meu braço agora
Eu vou olhar para trás, te puxando pela mão
Vou jurar para as estrelas cinzentas que nunca vou te abandonar de novo
Eu vou reescrever essa música

Eu vou derrubar a parede de sofrimento
E cobrir a areia marrom-avermelhada
Eu não vou fugir da terra com a qual eu um dia sonhei
Eu já estou indo para lá

Se tem sangue vermelho circulando no meu braço agora
Eu vou olhar para trás, te puxando pela mão
Vou jurar para as estrelas distantes que nós nunca seremos separados de novo
Eu vou reescrever tudo isso

Download da música Marshmallow Time

E aqui estoy com a música que deu nome a esse blog amado por vocês ou odiado por vocês ou stalkeado por vocês…essa música eu não sei bem do que se trata porque a gente não achou a tradução, mas pelo pouco pouquíssimo quase nada que eu entendo de japonês eu sei que ela canta que gosta de alguém ou de algo e que o coração dela bate, ou seja, não ajudei em nada /sei

Mas a música é fofa, como o mtime é fofo e a Yuu também é fofa, mas isso não vem ao caso.

Bem, fiquem com o link ^-^/

mediafire.com/?jrn1m1m99dzn6u4

Vídeo da OP de The Marshmallow Times

Booom… talvez vocês já tenham ouvido falar desse anime, talvez não. Se vocês procurarem por “Marshmallow Time” no google (ou seja, se tiverem esquecido o link do mtime mas não o nome), a página dele no ANN aparece como o segundo resultado. Se eu falar assim, parece até que é um anime famoso… mas não, não é. Pra falar a verdade, ninguém nunca traduziu esse anime, e só dá pra achar as raws dele se você procurar muuuito bem. Ou seja, é um daqueles animes abandonados por tudo e por todos, o que não é nada surpreendente, já que é um anime pra crianças que saiu em 2004. A história, aparentemente, é sobre um grupo de crianças (e uma ovelha) que decidem montar um jornal ou algo assim, e fazem reportagens por 52 episódios. É, eu também não entendi como alguém conseguiu aprovar um anime desses com 52 epis, mas ok.

Não tem muito o que falar sobre a OP em si… eu não esperava nada muito awesome de um anime esquecido pra crianças, e a OP não foi nada mais do que o esperado… bom, pelo menos também não me decepcionou. A música é decente, a OP é decente, não tem muito como gostar ou odiar… é, é normal. A gente só decidiu postar ela porque não tinha mais nenhum vídeo pra colocar de presente, mas ok. Vamos à OP ~



Review de Märchen

E aqui estou eu, fazendo a review do melhor CD do ano, e falo isso tirando o modo de fangirl, sério. Nem vejam meu modo fangirl de Sanhora ativado, vão até ficar com medo (principalmente dos meus surtos com a Shimotsukin, a Remi e a Miki). PRIMEIRO DE TUDO PRIMEIRO DE TUDO!
EU
VOU
MOSTRAR
AS
FOTOS!
COOOMO ASSIM?
SIM, EU COMPREI O CD E ELE É PERFEITO E E E E SIDJSOIADJIOASJDSA EU IA POSTAR QUANDO CHEGOU MAS A SAA FALOU PRA EU GUARDAR O MOMENTO PRA REVIEW!
Enfim, o que veio com o CD foram:
Uma caixa, a do correio, que tinha:
Caixa (que é a capa do CD) com uma outra caixa dentro, que vinha com o CD. Cada parte que abre a caixa do CD tem uma imagem das garotas mortas; é aberto na ordem das músicas delas;
Um livro, com as letras;
Um papel com os dias dos shows.
Como eu não comprei a primeira leva, não veio as mini cartinhas que vieram com a primeira leva, mas não me importo muito com isso ~ E ok, vou começar de verdade a Review agora.
E sério, quem não ouviu com as traduções (ou leu depois), TEM QUE FAZER ISSO! No Horizon Seekers, tem todas traduções lá U_U


Musicalidade:

O que dizer… Por onde começar… Bom, Märchen tem 9 músicas (10, contando com a Bonus track… Ok, 38 na verdade, porque a bonus track está dividida em músicas de 07 segundos depois de Gyoukou no Uta) que, apesar de serem tão longas (A menor música, tirando Gyoukou no Uta que tem 4 minutos, tem 6 minutos. Reflitam) tem a impressão de ser tão pequeno ao mesmo tempo… Enfim.

A musicalidade de Märchen tem partes clássicas (Yoiyami no Uta) e, nas músicas de cada garota, a música em si combina com o próprio clima da história de cada uma delas. Digamos, ela dá REALMENTE  a sensação de algo… de contos de fadas. Isso não consigo explicar muito bem em palavras. Na hora da vingança de cada uma, a música começa a tocar no ritmo Hikari to Yami no Douwa (Ido e Itaru Mori e Itaru Ido).
Resumindo, Märchen, em questões de musicalidade, foi demais. Yoiyami no Uta é a prova viva disso. Vocês só entenderão melhor quando ouvirem o CD, mas como acredito que já ouviram, conseguem entender o que quero dizer…

Agora, vamos falar sobre as vozes. Nesse CD, Yuuki e Kaori não participaram (e muitos “fãs” ficaram de mimimi por isso, mas não vou entrar nesse assunto), um dos narradores, Akio Ohtsuka, cantou e uma das atrizes do concerto de Moira (a que fez a Misia quando criança), Tomoyo-chan, também cantou. Bom, devo dizer que fiquei bem surpresa com os cantores novos (exceção da Ceui, já conhecia ela) e quero dizer que FICOU SIMPLESMENTE DEMAIS.

Mas, quero deixar claro que, mesmo eu sendo fangirl da Remi (da Shimotsukin também, mas ela não participou e da Miki) quem foi a verdadeira estrela desse CD foi a Miki. Cara… Ela foi… Simplesmente awesome. Não tem palavras melhores pra isso.

E eu gostei do Sascha, o narrador novo. Ele tem um pouco de ar de Ike, não sei porque…

Yoiyami no Uta

A Miku foi MUITO bem usada em Yoiyami no Uta, muito MESMO. Até GOSTEI dela cantando, e isso é raro. Muito raro. E a voz do Revo… Melhorou… DEMAIS. Não sei, ouvindo dos trabalhos antigos, não é nem um pouco comparada com antigamente… Ele foi tão awesome. E ele me fez chorar em Gyoukou no Uta ;_; (tá, não chorei, mas foi por pouco). Não acho que eu preciso falar do coral ter sido awesome…

Kakei no Majo

A voz da Kanami Ayano… É tão linda. Lembra a voz da Remi, mas… Não sei explicar. Acho que talvez mais forte, ou mais doce ao mesmo tempo, não sei. Enfim, virei muito fã dela depois de “Kakei no Majo”. Foi uma voz tão… magnífica. Eu quero ver no show e quero ela cantando mais (ouviu né Revo).
Miki… A primeira parte que ela canta, você consegue sentir tanta… a emoção da personagem. E depois, claro, ela ainda foi awesome, mas é que na primeira parte que ela canta, foi muito… Especial.
As crianças, Kazuki e Sayumi, fazendo o Hansel e a Gretel (João e Maria) ficaram MUITOS FOFOS. Na hora do “Mite, Haaansel, Oniiii-chaaan~” dá vontade de APERTAR a Gretel. Apertar e levar pra casa <3 E o Hansel também tava muito fofo (e ri dele fazendo voz de gordo). E a parte do “Dare ka imasen ka?~” foi mais fofa ainda ç_ç

Kuroki Okami no Yado

MINHA REMI TAVA MAIS QUE PERFEITA <33 E DESSA VEZ ELA NÃO CANTOU COM VOZ LÍRICA A MÚSICA INTEIRA! A VOZ DELA NORMAL É TÃO FOFA E PERFEITA! FOI TÃO SURPREENDENTE!

Ok, Yuu, respira, sem modo fangirl
Er… Bom, a Remi cantando foi demais. Ela não usou sua voz lírica dessa vez na música inteira (só em uma parte, e foi demais) e … Esse sotaque do interior dela ficou muito fofo <3
Depois, veio o Jimang. Ok, masoq, euri muito com ele fazendo um… traveco. (Bom, diz que o sexo é desconhecido…) E o pior é que ele SOA MESMO COMO UM LOL. Mas foi demais, claro <3 /sóficorindotodahoraquecheganapartedele.

Garasu no Hitsugi de Nemuru Himegimi

TOMOOOYOOO-CHAAAN AAAH QUERO TE APERTAR Ç_Ç Ok, cof, deixando fangirl mode de lado… Ela ficou MUITO FOFA! Ela canta muito bem também! Teve muitas partes memoráveis (“Oneeegaaiii tasuuukee”, “Gütten Morgen!”, “SHIIN MADEE ODOREEE”) e… ela fazendo uma Branca de Neve fofinha… Depois uma sádica, foi simplesmente demais. A risada foi demais. O “Dance até morrer” FOI SIMPLESMENTE DEMAIS. Tomoyo-chan me surpreendeu demais <3
Miki awesome again. Mas ela foi tão awesome de Rainha… <3 Aquela risada. Dá vontade de rir junto e, sei, é estranho, mas dá. Ela foi tão awesome aqui de novo que nem sei o que falar ;; MIIIIIIIIKIIIIIIII <3
Jimang teve uma pequena participação, mas também foi demais. Acho que dessa vez, foi um personagem mais sério do que nos outros CDs (comparado com um sacerdote pedófilo em Moira ou um traveco…)
Yume Suzuki FAZENDO NOSSO PRÍNCIPE NECRÓFILO PREFERIDO ~ Ok, sério, foi DEMAIS. A voz dela é perfeita para um príncipe… Combinou tão bem, e ela é tão demais… E aquele príncipe me faz rir muito, sério.

Sei to Shi wo Wakasu Furuido

Ela magicamente aparece, quando você tira o CD! Sério, o CD tampa totalmente ela XD

MINHA CEUIIIIIIIIIIIIIIIIIII VOCÊ TAVA FOFA DEMAIS! Ok, essa música foi simplesmente FOFA DEMAIS! (Mesmo que a vingança tenha parecido fofa, sendo que… bem, não é nem UM POUCO fofa) Eu já conhecia outros trabalhos da Ceui, mas ela conseguiu me surpreender MESMO ASSIM. Ela conseguiu fazer uma voz mais fofa e animada do que o normal, isso me surpreendeu demais.
MIKI DE NOVO <3 Cantou pouca coisa, mas awesome anyway~ KONO GUZU!
Azumi Inoue ~ Sentia tanta falta dela, ela é tão demais, mesmo sendo… tão secundária nos trabalhos de Sanhora. Mas ainda foi perfeita e demais <3 Aquela voz doce dela ç_ç
Chinatsu-chan ~ FOI MUITO FOFA DE CHII-CHAN (mesmo que a Chi-chan seja chatinha, ela é fofa) e queria que ela tivesse cantado mais, buu ;;

Bara no Tou de Nemuru Himegimi

Mikuni ficou… incrivelmente… FOFA aqui também. Na parte que ela pergunta pra velha o que é aquela girando, ficou MUITO fofa. Em geral, ela ficou demais também ~ E soou fofa <3~
Miki. MIKI. MIIIIIIIKIIIIIIII EU QUERO VER VOCÊ NO SHOW DE ALTE ROSE! Cara, aquilo foi tão awesome ;; muito muito awesome. A voz dela ficou awesome de novo aqui <3
Azumi Inoue OUTRA QUE FICOU AWESOME DE APRIZKOSE! (Sempre erro o nome, ignorem) MAS SÉRIO FICOU DEMAIS <3 Quero tanto ver isso no show e… fuuu.
Yume Suzuki again, de príncipe necrófilo. E. Itadakimasu~ Er… Digo, ficou demais também, e a voz combina bastante~

Aoki Hakushaku no Shiro

Minami Kuribayashi. Cantora da OP de Katanagatari. Cantora que fez a Misia, em Moira. Cantora que… eu só conseguia imaginá-la de Misia. Digo, não de Misia, mas apenas personagens no estilo de Misia…
Mas eu estava enganada.
Ela foi uma das que mais me surpreendeu, sinceramente…
ELA FICOU DEMAIS! Sua voz combinou… tão bem com a esposa. Tá, muitas vezes ela canta meio sem emoção, não vou discordar disso. Mas foi COMPLETAMENTE diferente em Aoki. Eu conseguia sentir tanta emoção, e a voz dela parecia estar mais awesome que o normal.
Ok… Agora… Vamos para a outra surpresa. Akio.
REVO CARAMBA PORQUE FEZ ELE CANTAR TÃO POUCO? O AKIO DEVERIA TER CANTADO MUITO MAIS! MUITO MAIS!
Er… Ok. A RISADA DELE É DEMAIS. ELE CANTANDO É DEMAIS. Eu me surpreendi tanto, mas TANTO com ele também. Eu esperava que ele seria bom cantando, mas tipo… Só… Bom. Não achava que ia gostar TANTO dele cantando assim. Foi realmente, uma surpresa.

Haritsuke no Seijo

Joelle em IdoIdo cantou muito bem. Eu adorei a voz dela, mas foi só isso. Agora, em Haritsuke no Seijo… Foi muito mais que isso. Cara, a emoção que ela transmitia em sua voz, foi… demais. Tornou a música tão emocionante, tão chorante, e ela é… perfeita pra Elizabeth. Eu não imaginava que ia amar TANTO a Joelle assim, mas ela merece, porque… Ela quase me fez chorar em Haritsuke no Seijo ;;
O surto da Elise foi algo memorável também. Saki Fujita fez um ÓTIMO trabalho dublando ela nessa parte…
Revo cantando, nem preciso comentar né. A voz dele tá mesmo mais awesome.

Gyoukou no Uta

Eu odeio e amo o Revo ao mesmo tempo por essa música. Ele cantou muito bem, muito mesmo… E… ._.
Bom, essa música é literalmente, feita só pra te fazer chorar ou, no mínimo, sentir uma bela pontada no coração, ou sentir uma tristeza. O jeito que o Revo cantou foi simplesmente ÚNICO, e transmitiu completamente a emoção da música também. A musicalidade foi… linda. E a parte troll, que a música acaba do nada, com o Märchen dizendo “Mutti… Hikari ni… attakai ne…” foi algo inesperado… E awesome.

História

Märchen, como todos os outros CDs de Sound Horizon, trouxe uma história única novamente. Em Märchen, foram usados diversos contos de fadas (Branca de Neve, Bela Adormecida, Mother Hulda…) e foram usados muito bem.
A história, claro, você só entenderá “completamente” (porque ninguém entende completamente as histórias de Sanhora, vamos ser sinceros) se ouvir o single IdoIdo. E isso também acrescentará mais emoção ao final.
Enfim… A história foi linda. Não dá muito bem pra resumir, porque bom… São diversas histórias que, de certa forma, se conectam com uma, a de Märchen, que está procurando por vingança e irá carregar a vingança de 7 garotas.

Lembrando que, número 7 aparece 300 vezes nesse CD.
Bom, como disse, cada história é uma dos contos de fadas. Por exemplo, a primeira (depois de Yoiyami no Uta), Hansel e Gretel (João e Maria). A segunda, na verdade, vem de um conto de terror… Ninguém ainda tem certeza se é mesmo, mas é um conto meio que de terror, bem parecido com Kuroki mesmo, com um cara enforcado voltando pra casa de uma velha, batendo na porta e falando que ela comeu seu fígado. A terceira, Branca de Neve e os Sete Anões, não acho que eu precisa explicar muito… A quarta, Mother Hulda (não lembro o nome em português, não sei se muda muito). A quinta, Bela Adormecida. A sexta vem do conto do Barba Azul. A sétima e última, vem do conto de uma Santa, o nome do conto é um pouco grande… “Die heilige Frau Kummernis”.

Claro, o Revo não só pegou os contos e colocou em música e pronto. Acrescentou coisas diferentes e etc, tornando as histórias ao mesmo tempo, únicas.
Agora, em relação ao Märchen e a Elizabeth, é simplesmente… Chorante >: Foi uma história bem linda, apesar de que… Um tanto triste, no final. A única coisa que posso dizer pra isso, é que foi muito emocionante.
E por fim, Gyoukou no Uta não “termina” (Roman feelings). Continua em Hikari to Yami no Douwa, primeira música de IdoIdo. Ou seja, é um ciclo infinito…

Em resumo, eu amei esse CD. Acho que é o meu preferido de Sanhora, porque foi muito bem trabalhado, emocionante e lindo. Eu recomendo todos ouvirem, quem não ouviu, e quem ouviu, ouvir mais uma vez, porque MERECE. Fiquei muito feliz com a chegada do meu CD, é lindo. E… Desculpa pelo post enorme~ É só~ (Ok, não só)

Se quiserem mais fotos do CD, tem aqui, na minha conta do Photobucket: http://s688.photobucket.com/albums/vv243/HanHan_/Fotos do CD – Marchen

Angel Beats vai virar jogo!

A notícia não é tããão nova, mas é relacionada diretamente aos timers, todos amantes da série Angel Beats. Takahiro Baba, o chefão da Visual Art’s/Key confirmou em seu twitter que Jun Maeda está trabalhando numa adaptação da série para um jogo. Sim, se tudo correr bem, teremos um jogo de AB! Mas não é nada oficial ainda e levará algum tempo para que realmente se torne… isso se realmente for para frente. Mas eu acredito, e espero, que sim…

Sim, essa notícia foi ligeiramente inútil e simples, mas… É IMPROVISADA, NÃO É? 8D

Twitime

Bem, acho que não tem o que explicar…o twitime é um twitter .-.

-q

e nós vamos postar coisas lá, então é bom seguir

caso você tenha um twitter

caso não tenha, stalkeie sem que a gente saiba

porque dá pra fazer isso no twitter -q

enfim

@mtime25

ou ou

http://twitter.com/mtime25

Surpresa

Aposto que esse foi o primeiro presente que você foi ver ~ e essa foi uma boa idéia, porque é um presente que precisa ser visto rápido! (?)

Basicamente, esse presente é praticamente um concurso ~ tá, concurso não é a palavra certa, mas eu tô com preguiça de pensar em uma melhor. Boom… basicamente, a primeira pessoa que descobrir qual é o presente (e mostrar ele, claro) vai ganhar… vai ganhaaar… a gente não sabe, mas não vai ser nada de tãão especial. Você pode pedir qualquer coisa pra qualquer timer ~ por exemplo, pode pedir uma fic pra qualquer um dos timers, ou um set ou qualquer coisa random pra Yuu, ou uma tradução random pra mim (não, eu não sei ler/falar japa, desista de me mostrar raws de animes ou mangás que ainda não foram traduzidos. Mas, se você precisar de algo traduzido do inglês, alemão, francês, italiano, espanhol ou latim, eu posso traduzir ~ se bem que pedir uma tradução do espanhol é deprimente.), ou, cara, qualquer coisa random que a gente possa fazer e não custe dinheiro (porque a gente é feliz mas é pobre, e agradeçam a gente por não ter pedido doações ou colocado ads no MTime – e sim, a gente teria um bom motivo pra pedir por dinheiro, mas ele vai continuar sendo surpresa até o aniversário que vem. Ou até algum de nós não aguentar guardar o segredo.).

Tá, tá, já deu com os prêmios. Eu duvido que alguém vá se esforçar pra conseguir ganhar eles, mas ok, a gente é paciente ~ os prêmios virão mesmo se só forem procurar a coisa daqui a dois anos ~

Sobre a tal coisa… você vai ter que procurar algo no MTime, algo que seja feliz, mas que não seja tão importante (já que a tal coisa foi criada em uma tarde na qual eu estava entediada, e as outras timers gostaram da idéia ~). A tal coisa, obviamente, nunca apareceu antes no MTime, ou não ia ser um presente. E eu vou dar uma dica, porque já vai ser difícil o suficiente procurar no MTime, imagina não saber o que procurar… bom, esse post tem dois presentes de cada categoria, certo? Sem contar as categorias sem presente nenhum (cof, fandubs, cof), que categoria não teve presentes o suficiente? A gente não falou abertamente de que categoria cada presente era, então talvez vocês queiram ir ver o primeiro post do aniversário do ano passado, pra entender que categorias tem… E não, a gente não tirou nem adicionou nenhuma, tirando a de downloads (que era repetitiva, então não vale como presente).

Então, então, bom ~ quando você souber qual é a categoria, você provavelmente vai saber onde procurar a coisa… ou não. De qualquer jeito, eu vou dar um aviso: a coisa não tá na cara. Se você esperar ver, sei lá, uma imagem gigante falando “Você ganhou! Achou a surpresa escondida!”, desista, porque não vai ser tão fácil. Se bem que, claro, a gente vai deixar você saber que a coisa é a surpresa, você não vai precisar descobrir se alguma coisa já tava no MTime antes ou não. É só que achar a surpresa não vai ser tão fácil, mas você vai saber na hora que ela é a surpresa. Mas relaxa, um dia você acha ~ e a gente vai tornar a coisa pública depois que alguém achar, então você também pode escolher desistir da surpresa e esperar até a gente contar o que é. Só que não vai ter prêmio.

10 Comentários (+adicionar seu?)

  1. CT
    jan 15, 2011 @ 02:31:11

    YAY~ E VIVA O MTIME ~ \o/

    É a primeira vez que comento…. acho, mas w/e.. pode-se dizer que eu era stalker de vocês afinal vinha aqui de vez enquando passear(?) ~
    Esse mega-post REALMENTE ficou gigante e ainda nem li tudo… só boa parte.. euri
    Mas adorei os ‘presentes’ (queasaaestavadesesperadamentedesesperadaporquenãoiamterminaratempo -q).. maaaas vamos comentar dos presentes logo…

    As fics estou lendo ainda (neste eZato momento >XD).. as lyrics adorei~ e as review também… apesar que ainda não ouvi marchen inteiro eaphiivaimematarquandolerisso… marshmallow time ouvi a pouco tempo e estou baixando a musica agora u_u e os icons (principalmente de LB *-*) porque adoro colecionar coisas~ /sei

    Sobre filme de death note eu já sabia, mas foi legal saber mais detal- YAAY JOGO DE ANGELBEATS! AMEI O ANIMU~ \o/ (e sim, a OP de angelbeats é totalmente WIN!)

    E.. bah já está mais maior que deveria então chega… e antes que me esqueça, a phii me mandou te matar por uma das fics yukipyon (heh, gostei de falar isso /sei), então como seu pai (que só descobri a pouco temp-WHAT?!) ordeno que morra! ò.o/

    Bye-bye~
    lala~

    Responder

  2. Shuu
    jan 15, 2011 @ 05:09:00

    Poxa, parabéns ao MTime pelos 2 anos de vida/wordpress. Conheço o site faz apenas alguns meses (esse é só meu 3º comentário =D) e foi sem querer ainda. Estava procurando coisas de Angel Beats na net e acabei descobrindo o Sanhora aqui.
    Acho que AngelBeats deveria ganhar todos os premios. De todos os animes, doramas e filmes (modestia a parte, não foram poucos) foi a unica coisa que assisti que me fez chorar de verdade!

    A fonte cor de rosa algodão doce é bonita mas é doer o olho quando tento ler @.@

    Senti de leve uma inveja com o cd do Märchen… Ele está muito bem trabalhado, rico nos ‘detalhes’. A voz do Revo está realmente diferente. Não sei se esse é meu cd favorito porque eu realmente gostei do Elysion. Mas acho que eles podem dividir o 1º lugar.

    É isso. Parabéns ao MTime =]

    Responder

    • Yuu
      jan 15, 2011 @ 21:36:32

      MTime agradece! E hehe, eu também te agradeço, por ter se viciado com meus posts viciados de Sanhora~

      Bom… Eu, particularmente, não gosteeei taaanto de AngelBeats, gostei mas… Mais ou menos entende .__. Mas teve vários prêmios que merecia mesmo. Já assistiu outros animes baseados nas obras da Key? Como Air, Kanon ou Clannad? Se não, recomendo!

      Euri XD… Sim, tá MUITO bem trabalhado. Eu fui lerda no começo e … não conseguia fechar a caixa direito, aí percebi que era na ordem das músicas ._.’ e tava procurando a Ceui-ko desesperada, aí tirei o CD e vi ela XD Enfim, fico feliz que não fui só eu que tive a impressão da voz do Revo realmente estar diferente. E entendo… Muita gente gosta de Elysion mesmo. Mas pra mim, Märchen guarda o primeiro lugar junto com Roman~ E depois vem Thanatos e Chronicle 2nd :3 /enãogostomuitodeMoira XD

      Enfim, obrigada novamente, MTime agradece!

      Responder

      • Shuu
        jan 15, 2011 @ 22:47:28

        Adoro as obras da Key. As histórias são muito comoventes. Quando eu entrei aqui na 1ª vez e vi que o site falava de Little Busters! eu pensei: “Opa, acompanhar os posts daqui pode ser interessante” hahaha. Pra você ver, eu fico emocionado com a história e com várias cenas dos animes. Mas nunca cheguei a chorar. AngelBeats não teve a melhor historia nem os personagens mais cativantes ( tirando a Kanade/Tenshi…) mas foi o unico que me fez chorar. A unica vez que eu quase chorei assistindo alguma coisa foi quando eu tinha 9~10 anos e assisti o Tigrão – O filme ahehaehahe

        O que acho mais legal no Sanhora é a variação nos estilos muitas vezes dentro da mesma música. É uma coisa bem diferente e ver como as músicas se completam e formam uma história é… mágico! haehahe

        Responder

        • Yuu
          jan 15, 2011 @ 22:52:57

          Ah sim! Bom, comigo, eu só chorei em Kanon mesmo e um pouco em Clannad no começo só. Em AngelBeats e Air, eu não chorei… Mas AngelBeats foi diferente, eu cheguei a me emocionar, Air nem a isso cheguei, sinceramente XD e euri. Eu, já, ultimamente só choro com coisas de Sanhora.

          Sim, isso que é perfeito! E nenhum CD é igual um ao outro. Cada um tem seu estilo diferente. Cada um é awesome. Isso que é demais~
          Posso ser chata e perguntar se você já tá participando do fórum brasileiro?~ XD

          Responder

      • Shuu
        jan 17, 2011 @ 01:21:10

        Não consigo responder sua msg abaixo então vou responder nessa daqui @.@

        Então… sim, você pode ser chata e não, eu não faço parte do forum brasileiro =/

        Mas se mandar um link… posso até me cadastrar =D

        Responder

  3. Matheus
    jan 15, 2011 @ 14:43:41

    Parabéns pro MTime! Mesmo conhecendo o blog há pouco tempo.

    @Rainbow: É um anime sobre mais sobre amizade, como diz na review. E para deixar mais realista a violência seria necessária (assim como o ecchi em HOTD – é um elemento necessário em um anime de zumbis + shounen risos).

    @Death Note: Eu não sou muito fã do mangá não, mas tem TUDO para ser um sucesso. Eu sempre achei que a história ficaria boa num filme americano (ao contrário de DB).

    Tá eu nem li tudo, foi mal D: Mas bom trabalho pelo post! \o\

    E parabéns outra vez! \o\

    Responder

    • Saa
      jan 15, 2011 @ 22:01:07

      Pra gente você conhece o mtime faz tempo, mas tudo bem… o mtime agradece por todas as visitas ao post de aniversário ~ pra falar a verdade, hoje foi o dia com mais visitas do mês, isso deixou a gente bem feliz ~

      Yup, yup, rainbow é um anime realista sobre amizade, e eu amo ele ~ se bem que acho que também é sobre encontrar a felicidade mesmo nos piores momentos, mas… aí eu já tô viajando. E eu nem vou comentar sobre o realismo de HOTD /sei não que eu tenha assistido, mas ok.

      Desde que não mudem as personalidades ou algo assim, eu acho que não vou reclamar do filme ~ se bem que eu não me importo muito com death note, mas ok.

      Uuh, a gente se esforçou tanto pra escrever tudo aquilo e ninguém leu… ;; mas heh, tudo bem, ano que vem o post de aniversário vai ser menor e todo mundo vai ler ~ ok que eu nem sei como ele vai ser, mas… a gente improvisa ~

      E thanks again ~

      Responder

  4. Grismak
    fev 08, 2011 @ 20:03:22

    Primeira vez que venho nesse sit… e tipo vcs sao foda de mais^^
    Continuem com esse trabalho exelente…

    Ps.: Yukito leia “noite sem fim” da Dama Agatha^^

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: